MENU

Imprensa internacional destaca adeus do 'Ronaldo brasileiro'

Imprensa internacional destaca adeus do 'Ronaldo brasileiro'

Atualizado: Segunda-feira, 14 Fevereiro de 2011 as 9:17

A despedida de Ronaldo dos gramados ganhou destaque na imprensa internacional na noite deste domingo. Sites de vários países publicaram a decisão do Fenômeno de pendurar as chuteiras, o que será anunciado oficialmente pelo craque na segunda-feira. Por causa do sucesso recente de Cristiano Ronaldo, algumas páginas chamavam o camisa 9 do Corinthians de "Ronaldo brasileiro".

Na Itália, onde o Fenômeno foi ídolo de Inter de Milão e Milan, o jornal "La Repubblica" afirma que Ronaldo deu adeus ao futebol. O site do diário cita as declarações do craque de que não "aguenta mais". Em Portugal, o "Record" lembra que o atacante estreou há 18 anos pelo Cruzeiro. Para diferenciá-lo do ídolo português Cristiano, o site chama o brasileiro de "Ronaldo Fenômeno".

Na Espanha, que viu o craque com as camisas de Barcelona e Real Madrid, o "As", de Madri, diz que a aposentadoria de Ronaldo foi motivada pela eliminação do Corinthians na Libertadores. Em Barcelona, o "Mundo Deportivo" espera pelo anúncio oficial do Fenômeno na segunda e afirma que "Ronaldo está perto de pendurar as chuteiras".

A notícia também é destaque no site do "L'Equipe", principal jornal esportivo da França: "Fim de carreira para Ronaldo?", pergunta a manchete da página. Até nos Estados Unidos, que não costumam dar muito espaço ao futebol, há interesse no futuro do brasileiro. O site da revista "Sports Illustrated" publicou que o Fenômeno vai parar de jogar e um panorama da crise de relacionamento do jogador com a torcida do Corinthians após o fracasso na Libertadores.

A imprensa indiana também lembrou do maior artilheiro das Copas do Mundo. Em seu site, o "Times of India" lamenta a aposentadoria do craque e também cita a eliminação do Timão na Libertadores como principal razão. No Chile, o jornal "La Tercera" reproduziu as últimas declarações de Ronaldo e lembrou que o Corinthians chegou a negar o fim da carreira do ídolo. No México, o site "La Afición" dá adeus ao craque: "Se vai um Fenômeno", mesma chamada do site do jornal argentino "Olé".

Em praticamente todas as reportagens, Ronaldo era exaltado pelas conquistas que teve na carreira. Eleito três vezes o melhor jogador do ano pela Fifa (1996, 1997 e 2002), o craque foi campeão do mundo em 1994 e 2002 e tornou-se o maior artilheiro das Copas com 15 gols marcados.

veja também