MENU

Inter controla euforia e não se considera bicampeão da América

Inter controla euforia e não se considera bicampeão da América

Atualizado: Quinta-feira, 12 Agosto de 2010 as 10:10

O Inter não é bicampeão da Libertadores. Não até lá pela meia-noite de quarta-feira, pelo menos. O primeiro ato do Colorado depois da vitória de 2 a 1 sobre o Chivas, no México, foi calçar as sandálias da humildade, colocar os pés no chão e não permitir que eles saiam dali. A luta do clube gaúcho é contra a euforia, consequência natural do enorme passo dado em Guadalajara.

O técnico Celso Roth foi o primeiro a fazer o alerta, seguido pela diretoria do Inter. Ele sabe o que representaria a perda do título em casa.

- Falta muita coisa ainda. É bom que digamos isso ao torcedor do Internacional. É só o primeiro tempo ainda. Fomos felizes, tivemos boa atuação, mas temos que manter a atenção, a concentração – afirmou o treinador.

A diretoria fez eco ao treinador. A satisfação com o desempenho na vitória sobre o Chivas foi acompanhada por alertas para o segundo jogo.

- Jogamos brilhantemente, sem dúvida nenhuma, mas não somos campeões ainda. A torcida tem que ter consciência disso – comentou o vice-presidente de futebol do Inter, Fernando Carvalho.

A mensagem foi assimilada pelos jogadores, que já trataram de repeti-la. Eles garantem que o salto alto passará longe do Beira-Rio.

- Não tem nada ganho ainda. Temos que ter os pés no chão, manter a concentração. É uma vantagem, mas temos que fazer o segundo jogo com o pensamento de buscar a vitória – disse o zagueiro Índio.

Nem precisa vencer. Um empate na próxima quarta-feira, no Beira-Rio, já dá ao Inter o bicampeonato da Libertadores da América.

veja também