MENU

Inter, em seca no Beira-Rio, testa boa fase do Figueirense

Inter, em seca no Beira-Rio, testa boa fase do Figueirense

Atualizado: Domingo, 26 Junho de 2011 as 9:42

Necessitado de vitória, o Inter recebe o Figueirense às 18h30m deste domingo, no Beira-Rio, pela sexta rodada do Campeonato Brasileiro. Ao mesmo tempo em que tenta se livrar de uma seca de mais de dois meses sem vitórias em casa, o Colorado testa a boa fase do adversário, dono de 10 pontos nas primeiras cinco rodadas do Brasileirão, o que lhe permite figurar no bloco de cima da tabela.

Os catarinenses têm apenas uma derrota no Brasileirão, graças a um gol marcado pelo são-paulino Lucas aos 47 minutos do segundo tempo em duelo no Morumbi. E os gaúchos vivem situação inversa: com apenas seis pontos, somam uma única vitória na largada do Nacional - 4 a 2 contra o América-MG.

O GLOBOESPORTE.COM acompanha a partida em Tempo Real, com vídeos. O Premiere, pelo sistema pay-per-view, exibe ao vivo para todo o Brasil. O árbitro será Marcelo de Lima Henrique (RJ/Fifa), auxiliado por Roberto Braatz (PR/Fifa) e Luiz Muniz de Oliveira (RJ).

Internacional: o Inter patina no Brasileirão. Precisa da vitória com urgência, para iniciar, de uma vez por todas, a busca pelas primeiras colocações. Um eventual novo insucesso em casa representará ainda mais instabilidade sobre o trabalho de Paulo Roberto Falcão. Já uma vitória teria o poder de eliminar o jejum de vitórias em casa, algo que incomoda os colorados, acostumados a mostrar força no Beira-Rio.

Figueirense: o time alvinegro faz um início surpreendentemente bom de Campeonato Brasileiro. A equipe só perdeu uma das cinco partidas que disputou, para o São Paulo, fora de casa, e com um gol no último minuto. Além disso, ganhou as três que disputou em casa (Cruzeiro, Atlético-GO e Atlético-PR) e empatou com o Vasco em São Januário. No Beira-Rio, um empate não será considerado mau resultado.

Internacional: Falcão treinou com portões fechados na atividade de definição da equipe, na sexta-feira, e não deu detalhes sobre a escalação em conversas com a imprensa. Ele tem o retorno de Bolatti, após duas rodadas de afastamento para recuperação física, mas o volante argentino deve ficar na reserva. É muito provável que Oscar retorne ao time, com a ida de Glaydson para o banco de reservas. Escalação provável: Muriel, Nei, Bolívar, Juan e Kleber; Guiñazu, Tinga, D'Alessandro e Oscar; Zé Roberto e Leandro Damião.

Figueirense: o técnico Jorginho testou várias formações nos treinamentos da semana, mas não deve mudar muito a estrutura da equipe, apesar dos muitos problemas que tem. Um deles é só ter conseguido repetir a escalação uma vez, fato que se manterá. A dúvida de Jorginho é entre Coutinho e Túlio para o lugar do paraguaio Wilson Pittoni. O time deve começar a partida com Wilson, Bruno, João Paulo Goiano, Edson Silva e Juninho; Ygor, Túlio (Coutinho), Maicon e Fernandes; Héber e Aloísio.

Internacional: o Inter segue sem o zagueiro Sorondo e o meia Andrezinho, lesionados, mais o goleiro Renan e o atacante Rafael Sobis, por opção de Falcão - como estão em vias de deixar o clube, o treinador prefere não utilizá-los. O clube também perdeu o zagueiro Rodrigo, com embolia pulmonar. O atacante Cavenaghi pediu para deixar o Inter e não será mais utilizado.

Figueirense: o volante paraguaio Wilson Pittoni está com um estiramento na coxa direita e deve desfacar o time por duas semanas. O atacante Lenny, que só jogou na primeira rodada, continua fora também. Outro desfalque é o atacante Rhayner, que está suspenso pelo terceiro cartão amarelo.

Internacional: Bolatti.

Figueirense: João Paulo Goiano, Túlio e Ygor.

 Internacional: o goleiro Muriel vai para sua segunda partida como novo titular do Inter. Destaque contra o Coritiba, ele espera repetir o desempenho diante do Figueirense, desta vez na frente da torcida, para começar a fazer os colorados esquecerem a habitual desconfiança com os recentes goleiros do Inter.

Juninho, do Figueirense: o lateral-esquerdo de 21 anos foi um dos destaques do time alvinegro na vitória de 2 a 0 sobre o Atlético-PR, domingo passado, no Orlando Scarpelli. Ele fez o segundo gol da equipe, deu o passe para o primeiro, marcado por Héber, e entrou na seleção da rodada do Troféu Armando Nogueira. Juninho vem sendo titular do Figueirense desde o início do Brasileiro e já está chamando a atenção pelo seu bom futebol.

Paulo Roberto Falcão, técnico do Inter : "Foi uma semana muito boa, com dedicação, fazendo com que o time acelere mais, jogue mais próximo. A tendência é de que isso possa aparecer, como algumas coisas apareceram contra o Coritiba. Fato novo, na escalação, não tem. Eles sabem quem vai jogar. Na semana, procurei fazer a aproximação dos que vão jogar, para que pudéssemos entrosar mais. Não existe um fato novo em relação a isso. Existe uma necessidade de trabalhar isso, sempre deixando claro que é um campeonato complicado".

  Edson Silva, zagueiro do Figueirense : "A gente sabe que a torcida do Inter é grande e cobra muito. Nos primeiros 15 minutos, se o Inter não marcar, a torcida começa a vaiar. Vamos ficar concentrados nisso para sairmos com a vitória e manter o Figueira no G-4".

* Quem leva vantagem? Confira o histórico do confronto na Futpédia.

* A média de gols do confronto entre Internacional e Figueirense pelo Campeonato Brasileiro é de 3,1 gols por partida.

* O Internacional tem boas recordações dos jogos contra o Figueirense, no Beira-Rio, pelo Campeonato Brasileiro. Em dez partidas realizadas, foram seis vitórias, dois empates e apenas duas derrotas.

* Bem na competição, o Figueirense tem a segunda defesa menos vazada deste Brasileiro, com apenas dois gols sofridos.

O último confronto entre Internacional e Figueirense ocorreu no dia 7 de dezembro de 2008, pelo Campeonato Brasileiro. A partida foi realizada no estádio Orlando Scarpelli, em Florianópolis, e vencida pelos donos da casa por 3 a 1, de virada. Talles abriu o placar para o Colorado aos 25 minutos do primeiro tempo e deixou os torcedores do Figueira apreensivos. Porém, o time local se recuperou e, com gols de Marquinho, Rafael Coelho e Cleiton Xavier, conseguiu a vitória.          

veja também