MENU

Inter empata com o Veranópolis na Serra

Inter empata com o Veranópolis na Serra

Atualizado: Segunda-feira, 15 Março de 2010 as 12

Não fosse uma jogada individual de D’Alessandro, o Inter teria perdido para o Veranópolis na tarde deste domingo, no Estádio Antônio David Farina. Com equipe reserva, o Colorado viu Leandro Damião desperdiçar chances incríveis, saiu perdendo e só empatou no segundo tempo, em pênalti que o argentino sofreu e depois converteu. O resultado de 1 a 1 foi justo.

O Inter foi superior no primeiro tempo, mas errou muito nas conclusões. Na etapa final, o time da casa cresceu, também criou chances, não fez e acabou pressionado pelo Inter. O empate levou a equipe de Jorge Fossati a sete pontos em seu grupo na Taça Fábio Koff, equivalente ao segundo turno do Campeonato Gaúcho. É o vice-líder da chave, atrás do São José-POA no saldo de gols.

O Inter volta a campo na quinta-feira, pela Libertadores da América, contra o Cerro, do Uruguai. O jogo será na cidade de Rivera, que faz fronteira com o Rio Grande do Sul. Pelo Gauchão, o próximo compromisso vermelho é domingo, em casa, diante do Pelotas.

Que é isso, Damião?  

Sabe aqueles dias em que nada dá certo? Leandro Damião sabe. O centroavante do Inter, aquele mesmo que fez bons jogos na largada do Estadual, redimensionou o conceito da palavra “falha" no primeiro tempo do jogo contra o Veranópolis. Ele perdeu dois gols daqueles sem adjetivo. Pior: ao ser um dos elementos da barreira, ainda viu a bola passar por baixo dele e entrar no gol de Lauro. Que tarde...

Os reservas do Inter controlaram o VEC no primeiro tempo. Com Andrezinho, D’Alessandro e Thiago Humberto no meio, todos figuras criativas, a equipe de Jorge Fossati armou mais chances do que a equipe da casa. Mas o problema, e dos grandes, foi a conclusão.

D’Alessandro foi o primeiro a tentar. Com 12 segundos de jogo, mandou um chute de longe. A bola passou perto do goleiro Luiz Müller, que não se preocupou a ponto de ganhar mais um cabelo branco na cabeça, mas teve que ficar atento. A bola passou perto da trave direita dele.

Com quatro minutos, Damião teve a primeira grande oportunidade. Thiago Humberto, pela esquerda, chutou no peito do goleiro. A bola caminhou até os pés do centroavante. E ele se enrolou todo. Sabe-se lá por que cargas d’água, não chutou de primeira. E aí perdeu o tempo da jogada e não conseguiu nada.

Damião resolveu se redimir. Em cruzamento da direita, deu um salto e bateu direto, de letra, em lindo lance. Mas para fora. Mais tarde, em outra bola saída da direita, o centroavante, muito perto do gol, mandou por cima. Foi atrapalhado quando a bola bateu no chão. Ela subiu mais do que ele imaginava...

O Inter tentou, buscou o gol, insistiu. E acabou punido. Aos 36 minutos, em falta na beirada da área vermelha, Romano resolveu bater rasteiro. A barreira pulou. E a bola passou por baixo de Thiago Humberto e Leandro Damião antes de entrar no gol de um Lauro imóvel. O Pentacolor da Serra estava na frente.

D'Alessandro empata 

O controle que o Inter teve no primeiro tempo desapareceu no segundo. Empolgado com o gol, o Veranópolis cresceu na parada e passou a ameaçar a equipe visitante na volta do intervalo. Teve boas chances, viu a bola pipocar na área vermelha três vezes, quase ampliou. O Colorado, um tanto perdido, ameaçou com Damião, em novo cabeceio torto, e D’Alessandro, em chute de fora da área.

O técnico Jorge Fossati desistiu de Leandro Damião. Chamou Kleber Pereira para ver se as chances poderiam virar gols. Mas não aconteceu. O ex-jogador do Santos pouco viu a bola. Andrezinho teve grande oportunidade em falta na beira da área, consequência do lance que rendeu a expulsão de Cris, mas o meia mandou na barreira. Pouco depois, Wilson Mathias também foi para a rua.

Com dez contra dez em campo, sobrou mais espaço. E prevaleceu a qualidade técnica do Inter. Andrezinho teve belo chute defendido por Luiz Müller. Mas, aos 32 minutos, D’Alessandro entrou na área e foi derrubado por Fernando Miguel. O próprio argentino cobrou com qualidade, no canto esquerdo do goleiro, para garantir o empate na Serra. Ronaldo, do Inter, ainda seria expulso, mas sem grande prejuízo para os visitantes.

veja também