MENU

Inter não deve manter Roth, e Dorival Júnior é o preferido

Inter não deve manter Roth, e Dorival Júnior é o preferido

Atualizado: Quinta-feira, 16 Dezembro de 2010 as 9:12

A diretoria do Inter chegou à conclusão de que manter Celso Roth como técnico em 2011 não é a melhor das alternativas. Após a derrota para o Mazembe, Abu Dhabi virou o centro das costuras do clube sobre o comandante do time para a próxima temporada. É quase unânime a visão de que o ciclo do treinador precisa ser encerrado. Ele comandará o Inter na disputa do terceiro lugar do Mundial, no sábado, e só será mantido se o mercado não oferecer qualquer alternativa à diretoria.

A cúpula diretiva colorada ficou muito insatisfeita com o que aconteceu no jogo contra o Mazembe. Dirigentes importantes viram o treinador titubear no esquema de jogo e mexer mal no time. O desgaste decorrente da exigência diária, sempre forte com Roth, e a perda de perspectiva com o fim do sonho do título mundial exigem, na visão do clube, uma mudança forte. É por isso que a saída do técnico é quase certa.

De forma ainda preliminar, o Inter começa a pensar no substituto de Roth. Os principais dirigentes do clube (o atual presidente, Vitório Piffero, seu sucessor, Giovanni Luigi, mais Fernando Carvalho e Roberto Siegmann, cabeças do departamento de futebol em 2011) não têm opiniões unânimes. Mas chegaram a um nome que deixa todos satisfeitos. Dorival Júnior, atualmente no Atlético-MG, é o preferido para treinar o Inter em 2011.

A dúvida está na capacidade colorada de tirar o treinador do Galo. O Inter tem a Libertadores como atrativo, mas a relação entre Dorival e o Atlético, depois da campanha de fuga do rebaixamento, é forte. A diretoria sabe que a missão é complicada.

Toda a situação deve ser definida na semana que vem, quando o Inter desembarcar em Porto Alegre. O contrato de Roth com o clube vai até 31 de dezembro. Não será preciso romper o vínculo. Bastará não renovar o acordo.

Por: Alexandre Alliatti

veja também