MENU

Inter vai ao Mundial com duas alternativas táticas: 4-4-2 e 4-2-3-1

Inter vai ao Mundial com duas alternativas táticas: 4-4-2 e 4-2-3-1

Atualizado: Quarta-feira, 8 Dezembro de 2010 as 9:10

Foi com o 4-2-3-1 que o Inter de Celso Roth conquistou a Taça Libertadores. Mas pode ser com o recente 4-4-2 que o mesmo Inter tentará chegar ao bicampeonato do Mundial de Clubes da Fifa. Nesta quarta o grupo colorado viaja aos Emirados Árabes com duas alternativas táticas treinadas e testadas. E o técnico prefere fazer mistério sobre qual a predileta.

- O esquema que é melhor ou pior é coisa minha - disse Celso Roth, com a costumeira restrição a compartilhar decisões nas entrevistas, após o treino de terça-feira.

Na última atividade tática em Porto Alegre antes do embarque, Roth sistematizou primeiro o 4-2-3-1. Depois, com os mesmos jogadores, empurrou Rafael Sobis para o ataque, recuou Wilson Matias para a proteção defensiva, alinhou os apoiadores Tinga e Guiñazu, e centralizou D'Alessandro na articulação.

- Na segunda parte do treino fizemos o losango, no 4-4-2, com o Rafael Sobis enfiado no ataque. Só deixamos correr o coletivo para o jogador ir entrando no treinamento, e fazendo as coisas que a gente cobra. Em termos coletivos, de esquema tático, de marcação, está de cor e salteado.

As definições estão na cabeça de Celso Roth. Taticamente, tudo pronto. Em Abu Dhabi, ele trabalhará nos treinos apenas ajustes, como a bola parada e jogadas ensaiadas.

- Lá em Abu Dhabi temos coisas sim a ajustar, a bola parada. Esse treinamento de bola parada é mais perto do jogo. Precisamos da definição do adversário para ver como o adversário faz, e como nós faremos.

Por: Eduardo Cecconi

veja também