MENU

Inter, vítima habitual, teme Ronaldinho mesmo em má fase

Inter, vítima habitual, teme Ronaldinho mesmo em má fase

Atualizado: Quinta-feira, 24 Novembro de 2011 as 11

Ronaldinho Gaúcho soma sete gols contra o Inter

(Foto: Ricardo Ramos / Agência Estado) O Inter tem mais de uma década de recados com a clareza que as decepções deixam: é preciso tomar todo tipo possível e imaginável de cuidado com Ronaldinho Gaúcho. Vítima habitual do craque formado em Porto Alegre, o clube colorado volta a duelar com ele neste domingo, quando duela com o Flamengo em Macaé (RJ). O time vermelho leva a campo traumas antigos e recentes com R10.

Nos tempos de Grêmio, Ronaldinho disputou 11 Gre-Nais. Venceu cinco, empatou quatro e perdeu dois. E fez seis gols. Ficou marcado por praticamente colocar um ponto final na carreira de Dunga, com chapéu e elástico, em 1999. Fez gol em final de Gauchão. Fez gol de falta sobre Hiran, goleiro do Inter que prometera não usar barreira – mas usou, e viu a bola desviar nela antes de entrar. Fez gol até dominando a bola com a mão, caçado inutilmente pelo zagueiro Fernando Cardozo. Fez de tudo.

E continuou fazendo mais de uma década depois, com a camisa do Flamengo. No primeiro turno do Brasileirão-2011, Ronaldinho dividiu com Leandro Damião o status de astro do duelo no Beira-Rio. O jogo terminou empatado por 2 a 2. O meia-atacante fez um gol de falta e criou a jogada do outro, marcado por Jael. Por tudo isso, não é por acaso que Ronaldinho é indicado pelos colorados como expoente do Flamengo antes da partida de domingo. Leandro Damião, em entrevista coletiva, foi questionado sobre o ponto forte do adversário. Respondeu de imediato: “O Ronaldinho”.

- Ele decide sempre. Temos que ficar ligados nele. O elenco do Flamengo tem qualidade, como o nosso também tem – disse o centroavante.

Mas o momento de Ronaldinho não é dos melhores. O Flamengo não vence há três rodadas. Nas duas últimas partidas, os empates por 0 a 0 com Figueirense e Atlético-GO, o jogador não deu um chute sequer a gol. Mesmo assim, é apontado como um diferencial do adversário colorado.

- O Flamengo tem jogadores que decidem, que definem, e o Internacional também tem. O Flamengo tem no Ronaldo e no Thiago Neves dois jogadores diferenciados, que podem decidir partidas. O Flamengo tem muitas opções. É um time que se completa. Vem fazendo uma campanha muito regular, independente das oscilações que todos tiveram – comentou o técnico Dorival Júnior.

Também boas lembranças

Nem só de lembranças negativas é feita a história do Inter contra Ronaldinho Gaúcho. Foram três vitórias, duas delas quando o jogador iniciava a carreira, em 1998/1999. E a outra não poderia ser maior. Em 17 de dezembro de 2006, com o craque em campo, o Colorado venceu o Barcelona e conquistou o Mundial de Clubes em Yokohama.

Ronaldinho tem derrota histórica para o Inter no Mundial de 2006, pelo Barcelona (Foto: EFE) Inter contra Ronaldinho

26/07/1998 - Grêmio 0 x 1 Internacional

17/03/1999 - Grêmio 1 x 1 Internacional

13/06/1999 - Grêmio 0 x 1 Internacional

16/06/1999 - Grêmio 2 x 0 Internacional (um gol dele)

20/06/1999 - Grêmio 1 x 0 Internacional (um gol dele)

12/09/1999 - Grêmio 1 x 0 Internacional

20/11/1999 - Grêmio 1 x 1 Internacional (um gol dele)

25/11/1999 - Grêmio 1 x 1 Internacional

30/04/2000 - Grêmio 1 x 1 Internacional (um gol dele)

07/06/2000 - Grêmio 1 x 0 Internacional (um gol dele)

07/10/2000 - Grêmio 2 x 1 Internacional (um gol dele)

17/12/2006 – Barcelona 0 x 1 Internacional

21/08/2011 – Internacional 2 x 2 Flamengo (um gol dele)            

veja também