MENU

Irritado, Muricy evita criticar garotos do Santos e lamenta desfalques

Irritado, Muricy evita criticar garotos do Santos e lamenta desfalques

Atualizado: Segunda-feira, 11 Julho de 2011 as 8:10

                                      A goleada sofrida diante do Palmeiras neste domingo tirou o técnico Muricy Ramalho do sério. O 3 a 0, placar construído apenas no primeiro tempo, foi o pior resultado do comandante em seus 22 jogos à frente do Santos. Por isso, o clima de poucos amigos ao analisar a partida (assista aos principais lances).

- O Palmeiras jogou bem melhor, não tem muito o que contestar. O time está desentrosado e entrou em campo um pouco desligado. No segundo tempo, jogaram até que de forma razoável. Os garotos entraram bem, e a marcação melhorou – avaliou o treinador.

Já em desvantagem, Muricy colocou em campo os jovens Roger Gaúcho, Tiago Alves e Felipe Anderson. Com eles, o Santos até atacou mais, mas sem criar chances reais de gol. O time sentiu os desfalques de Neymar, Elano e Ganso, que defendem a Seleção na Copa América. Muricy evitou comparações entre os craques e os garotos que os substituíram.

- São meninos, estão começando, têm boa vontade. Não sou treinador de falar individualmente de ninguém não. Se tiver de falar coisa boa, tudo bem. Nosso número de jogadores é muito pequeno. É o preço que se paga pelo título da Libertadores.

Com a derrota, o Peixe está à beira da zona de rebaixamento com oito pontos e dois jogos a menos do que os rivais. Depois da conquista do campeonato continental, a equipe praiana ainda não apresentou o futebol campeão da América. Questionado sobre quando o Santos se reabilitará, o técnico foi ríspido em sua resposta.

Não sei, meu filho. Não sou analista, sou treinador – respondeu Muricy, visivelmente irritado.

Se o técnico Muricy deu broncas até nos jornalistas, seus comandados também escutaram bastante. O lateral Léo deu uma ideia de como foi o papo entre o técnico e os jogadores.

- Só nos sabemos o que escutamos no vestiário.          

veja também