MENU

Jadson brilha, e Brasil vai à final pelo segundo ano seguido em Imbituba

Jadson brilha, e Brasil vai à final pelo segundo ano seguido em Imbituba

Atualizado: Quinta-feira, 29 Abril de 2010 as 12

Dois anos seguidos, duas finais na Praia da Vila, em Imbituba. Agora, em vez de Adriano de Souza, o Mineirinho, o protagonista é Jadson André, estreante no Circuito Mundial de surfe. O potiguar voltou a brilhar nesta quinta-feira e passou à decisão da terceira etapa da temporada. É a primeira vez no ano que um brasileiro vai decidir o título de um campeonato.

O adversário pode ser o vencedor do ano passado. O americano Kelly Slater enfrenta o australiano Owen Wright, também estreante na elite do surfe.

Para chegar à decisão, Jadson precisou de sangue frio até os últimos segundos. Ele liderava a bateria contra Dane Reynolds, mas o americano conseguiu a virada a 1 minuto do fim, com uma nota 7,90 – precisava de 7,50.

Vinte segundos depois, Jadson remou para uma onda e, com fortes rasgadas, tirou uma nota 9,00 e descartou o 7,57, totalizando 17,70 pontos em 20 possíveis. O potiguar estava sendo puxado pelo jet-ski quando os juízes anunciaram a vitória. Na beira da praia, dezenas de torcedores o cercavam.

No palanque, os tops do surfe que já foram eliminados em Imbituba olhavam atentamente para o telão, à espera das notas. Ao virem o 9,00 na tela, renderam-se ao talento do jovem brasileiro e juntaram suas palmas ao coro que vinha da areia.

Por Gabriele Lomba

veja também