MENU

Jadson fica perto do 10, e Slater faz bateria emocionante contra Machado

Jadson fica perto do 10, e Slater faz bateria emocionante contra Machado

Atualizado: Sexta-feira, 6 Agosto de 2010 as 10:12

Jadson André reencontrou, nas ondas de Huntington Beach, o surfe que o alçou ao posto de revelação do Circuito Mundial. Nesta quinta-feira, o potiguar chegou perto da perfeição e se garantiu na quarta fase do WQS prime da Califórnia, uma antes das oitavas de final. O americano eneacampeão mundial Kelly Slater, que em abril perdeu a final do Mundial de Imbituba para Jadson, também se classificou. Não com uma vitória, mas na segunda posição de uma bateria emocionante que contou com seu compatriota e antigo rival Rob Machado.

Jadson tirou 9,57 e 8,23 em suas duas melhores ondas em Huntington, maior soma até o momento. Deixou para trás o americano Cory Lopez (11,16), o francês Jeremy Flores (9,60) e o australiano Austin Ware (8,70).

Top 5 do Circuito Mundial, Adriano de Souza, o Mineirinho, também se garantiu na quarta fase com uma vitória, assim como Miguel Pupo, que deixou o australiano Bede Durbidge em segundo.

Gabriel Medina fez uma dobradinha com o havaiano filho de brasileiros Kiron Jabour. Jihad Kohdr se despediu na bateria que teve o australiano Mick Fanning, bicampeão do mundo. O sul-africano Jordy Smith, líder do ranking, é outro classificado.

Ex-integrante da elite, Heitor Alves também segue na briga. Ele ficou na bateria em que Wiggolly Dantas foi eliminado. O gaúcho Rodrigo Dornelles, o Pedra, o cearense André Silva e os catarinenses Diego Rosa e Alejo Muniz caíram na segunda fase.

Slater consegue onda salvadora e se garante na quarta fase

O americano Kelly Slater reencontrou um de seus maiores rivais da década de 90. Em 1995, quando levantou um de seus nove canecos, Rob Machado foi vice. Nesta quarta-feira, nenhum dos dois foi o protagonista.

O eneacampeão do mundo começou melhor, com notas 7,10 e 4,67, mas Rob o ultrapassou ao tirar 8,00 antes da metade da bateria. A 12 minutos do fim, eles trocaram posições, mas Slater conseguiu se manter na frente.

A três minutos do término, o australiano Adrian Buchan surpreendeu os dois ao tirar 6,60 e assumir a ponta. Machado, porém, deu o troco no mesmo minuto, e, com 5,50, tomou a dianteira, deixando Slater em terceiro, à procura de 6,41.

Na contagem regressiva, Adrian tirou 7,60 e deixou Slater precisando de 6,41 para ao menos superar Machado. O americano foi em duas ondas e, na última, conseguiu 6,47. Adrian, com 14,20, passou em primeiro. Slater fez 13,56; Rob, 13,57. O brasileiro Thiago Camarão participou da disputa como coadjuvante e se despediu com 10,77 pontos.

veja também