MENU

Jadson, sobre mudança do Mundial para o Rio: 'Eu preferia em Imbituba'

Jadson, sobre mudança do Mundial para o Rio: 'Eu preferia em Imbituba'

Atualizado: Quinta-feira, 12 Agosto de 2010 as 10:14

Logo em sua primeira competição na pequena Imbituba (SC) , Jadson André, com uma vitória épica sobre Kelly Slater , americano eneacampeão do mundo, levou o caneco da etapa brasileira do Circuito Mundial. A Praia da Vila, porém ficará apenas na memória, já que, em 2011, o Rio de Janeiro voltará a ser a sede do campeonato. Nono do ranking e cotado para ser o estreante do ano na elite do surfe, o potiguar não gostou da mudança, anunciada nesta semana.

Jadson conhece bem o Rio de Janeiro. Anda por lá desde os tempos em que disputava competições pro júnior. Especialista em aéreos e outras manobras acrobáticas, seria, teoricamente, bem sucedido nas ondas cariocas, propícias para seu estilo de surfar. Mas...

- Se gostei da mudança? Eu preferia em Imbituba...A melhor coisa em Imbituba são as esquerdas longas, mas tem muito vento às vezes. No Rio, a melhor coisa são as ondas tubulares, e a pior é que tem um balanço muito chato. A etapa do Mundial foi disputada no Rio de Janeiro até 2001 . No ano seguinte, Saquarema, na Região do Lagos, ganhou o direito de receber a elite do surfe. Em 2003, o catarinense Teco Padaratz comprou os direitos do campeonato e o transferiu para sua terra-natal. Nos três primeiros anos, a sede era a Praia da Joaquina, em Florianópolis. Depois, a Praia da Vila, pico que, diante do "flat", sempre salvava, virou o palco principal.

A qualidade das ondas brasileiras é, por sinal, um antigo problema. Até 2008, o campeonato era disputado no fim de outubro, época em que as ondulações não são boas no hemisfério sul. Diante disso, a Associação dos Surfistas Profissionais (ASP) decidiu, no ano passado, alterar o calendário. O Brasil, antes penúltima etapa, passou a receber a elite no primeiro semestre. Neste ano, foi a terceira etapa da temporada, em abril. Segundo Teco Padaratz, não haverá motivo para preocupações no Rio. O palco principal será a Praia da Barra da Tijuca. Arpoador e Canto do Recreio terão palanques secundários.

- Cobriremos todas as condições de ondulação pela cidade - disse Teco.

veja também