MENU

'Jamais vou ficar preocupado em perder o emprego', diz Joel Santana

'Jamais vou ficar preocupado em perder o emprego', diz Joel Santana

Atualizado: Terça-feira, 1 Março de 2011 as 4:02

Mesmo na véspera de uma partida decisiva, pouco se falou do adversário. O tema mais abordado por Joel Santana em sua entrevista coletiva após o treino desta terça-feira foi seu cargo. Ou melhor, o futuro dele em caso de novo tropeço no River Plate-SE, nesta quarta-feira, pelo jogo de volta da primeira fase da Copa do Brasil. Há 13 meses no comando do Botafogo, o treinador mostrou-se insatisfeito ao ser perguntado se sentia-se ameaçado no caso de uma eliminação precoce.

- No futebol a gente não sabe o que pode acontecer. É estranho, porque nesse tempo todo, bastou o Botafogo perder um jogo para que fosse criada uma situação. Jamais vou ficar preocupado em perder o emprego. O que é colocado na conta do treinador é algo que precisa ser pensado. Por isso ele tem que ganhar bem, porque ninguém quer dividir a conta. Dizem que é uma situação normal, mas e seu ganhar o jogo e disser que quem não vai ficar sou eu? Serei tachado de mercenário e vão dizer que abandonei.

A verdade é que no início de 2011, aumentou o desgaste da relação entre Joel Santana e alguns jogadores. Antes do treino desta terça, ele conversou com o grupo por cerca de 15 minutos. Em seguida, o elenco teve um rápido papo a sós, sem a presença do técnico. O comandante, entretanto, rechaçou qualquer problema de relacionamento e lembrou que as especulações terão fim quando a equipe se acertar novamente e voltar e vencer.

- Estou no Botafogo por sentimento, não por dinheiro. Se fosse assim, já teria saído. Tenho boa relação com todos e se sair, deixo a porta encostada. Estou sem alguns jogadores importantes e com poucas peças de reposição, isso tudo precisa ser levado em consideração. As coisas no futebol são assim: questão de acerto. Nesse início de temporada está todo mundo dando topada - frisou.    

veja também