MENU

Jefferson tem poder de decisão em sua escalação contra o Corinthians

Jefferson tem poder de decisão em sua escalação contra o Corinthians

Atualizado: Terça-feira, 11 Outubro de 2011 as 3:04

Jefferson poderá decidir se vai jogar ou não contra

o Corinthians (Foto: Mowa Press)

  A situação de Jefferson, que está com a Seleção Brasileira no México e vai atuar na partida desta noite de terça-feira contra os donos da casa, será definida na quarta-feira, no hotel onde o Botafogo estará concentrado, em São Paulo. O goleiro havia dado a entender que não gostaria de jogar na partida contra o Corinthians devido ao desgaste causado pelo embate diante dos mexicanos e pela longa viagem. O técnico Caio Jr. fez questão de explicar o episódio e afirmou que a decisão de estar ou não em campo pelo Brasileirão vai passar pelo próprio camisa um alvinegro.

- Eu conversei com ele ontem e o deixei bem a vontade. Está sendo fretado um avião para todos os jogadores voltarem ao Brasil. A decisão vai passar por ele e nós vamos esperá-lo chegar amanhã em São Paulo. Caso ele tenha qualquer dúvida, não vai atuar – afirmou.

O comandante disse que não está preocupado quanto à condição física do atleta. De acordo com Caio Jr., a situação de um goleiro é diferente em relação aos jogadores de linha.

- No caso do goleiro é diferente. Se fosse um jogador de linha, com um desgaste grande, seria complicado, mas com o goleiro é diferente, por isso que eu vou deixar isso nas mãos dele – avaliou.

Se há uma dúvida quanto ao goleiro titular, no ataque a certeza das voltas de Loco Abreu, que está com a seleção uruguaia, e Herrera, que retorna após cumprir suspensão automática, tranquiliza o treinador.

- Quanto mais jogadores à disposição melhor. Com eles ganhamos em experiência, mesmo com os meninos (Alex e Caio) tendo boas atuações – disse Caio, que não está preocupado com a viagem de Loco Abreu que ficará no banco de reservas no confronto entre a Celeste e o Paraguai, em Assunção.

- O caso do Loco (Abreu) é diferente, pois ele não vem jogando na seleção. É uma viagem muita curta, ele não deve jogar, e na cabeça dele não vai ter problema nenhum em enfrentar o Corinthians – concluiu.          

veja também