MENU

Joel deixa portas abertas no Flu, mas avisa: 'Não estou fazendo cavadinha'

Joel deixa portas abertas no Flu, mas avisa: 'Não estou fazendo cavadinha'

Atualizado: Terça-feira, 22 Março de 2011 as 4:01

Agora ele está sem clube. Depois de pedir demissão do Botafogo nesta terça-feira, o técnico Joel Santana não descartou assumir o Fluminense. Em entrevista ao programa "Globo Esporte", ele elogiou o clube e deixou no ar a possibilidade de comandar a equipe.

- Trabalhar em um grande clube eu tenho interesse, principalmente um clube do porte do Fluminense, que tem grandes jogadores. Não estou fazendo cavadinha, quero deixar claro que não tive contato com pessoas do Fluminense. Estou desempregado, quem sabe? Na vida tudo acontece - disse Joel, que foi campeão estadual no Flu em 1995.

O treinador pode ir na contramão das negativas dos últimos dias. Desde que perdeu Muricy Ramalho, o Fluminense não conseguiu encontrar uma solução imediata. O último a recusar uma proposta foi Gilson Kleina, da Ponte Preta. Antes dele, Dorival Junior, Felipão, Levir Culpi e Cuca, todos empregados, disseram “não”. Adilson Batista, sem clube, também recusou o convite.

Existe ainda a possibilidade de contar com o técnico Abel Braga a partir de junho, quando ele retorna do Al Jazira, dos Emirados Árabes Unidos. No entanto, ele tem contrato até o fim de maio e não retornará antes do compromisso se encerrar.

Enquanto a situação não se define, o auxiliar Enderson Moreira comandará a equipe na quarta-feira, às 21h50m (horário de Brasília), contra o América-MEX, pela quarta rodada do Grupo 3 da Taça Libertadores. Nesta terça, ele promoveu mudanças na equipe durante o treino, escalando Fred como titular e Souza no lugar de Marquinho.      

veja também