Joel sai em defesa de R10 e Kléberson

Joel sai em defesa de R10 e Kléberson

Fonte: Atualizado: sábado, 31 de maio de 2014 09:14

O técnico Joel Santana saiu em defesa de Ronaldinho Gaúcho, expulso no primeiro tempo do Fla-Flu deste domingo, no Engenhão. Para o treinador, o capitão do Flamengo tem sido muito pressionado e que tudo que envolve o atleta parece ganhar uma dimensão maior do que o que realmente aconteceu. Por outro lado, Joel teve motivos para comemorar. Ele não deixou de exaltar a atuação de Kléberson, que após mais de cinco meses longe dos gramados aguentou os 90 minutos do clássico e fez o segundo gol da vitória por 2 a 0.

Sobre o lance da expulsão do camisa 10, Joel afirmou: "Acho que foi muito rigor, fica até difícil analisar. O Ronaldinho está sendo muito pressionado. Tudo o que ele faz parece que é acima da expectativa. Foi uma falta de jogo e a expulsão compromete um jogador de qualidade. Prejudicou muito, pois precisei mudar a minha estratégia. Um pouco mais de paciência e bom senso do árbitro já ajuda. Não foi um carrinho, nada violento, mas infelizmente aconteceu e vamos para a próxima", afirmou o treinador.

Sobre Kléberson, contratado por Joel Santana em 2007, mas que perdeu espaço após a Copa do Mundo de 2010 e ficou fora dos planos de Vanderlei Luxemburgo em 2011, o atual treinador do Flamengo foi só elogios.

"O Kléberson foi muito bem, fechou o setor e ficamos muito fortes. Uma vitória que consolida uma situação. Precisávamos avançar e isso nos dá condições de lutar pela classificação no nosso grupo. Ele faz parte do grupo do Flamengo, contratado por nós. É um jogador que queremos ter dentro do grupo. Trabalhador, não fica com picuinhas, coisas parecidas, e talvez não esperasse, o peguei de saia justa. Só foi comunicado na hora da preleção.

É pentacampeão do mundo e tem que respeitar. Não é todo mundo que é penta não", brincou o treinador.
Kléberson, por sua vez, não escondia a felicidade pela volta por cima. "Realmente foi uma volta muito boa, fico feliz que tenha acontecido, trabalhei por essa oportunidade e até hoje antes do jogo não sabia que estaria jogando. Ele confia em mim, sabe do meu potencial e graças a Deus tudo aconteceu muito bem. Trabalhei bem firme para isso e vou festejar bastante essa oportunidade", disse.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições