MENU

Joel Santana rejeita mau ambiente: 'Venho trabalhar feliz'

Joel Santana rejeita mau ambiente: 'Venho trabalhar feliz'

Atualizado: Quinta-feira, 3 Março de 2011 as 10:55

Ao fim do Campeonato Carioca, Joel Santana e a direção do clube vão conversar sobre a continuidade, ou não, do trabalho. No contrato do treinador, assinado até o fim de 2011, ficou estabelecido que não existe multa rescisória de nenhuma das partes, caso a saída aconteça em maio. No entanto, após a sofrida vitória nos pênaltis sobre o River Plate-SE, na última quarta-feira, pela primeira fase da Copa do Brasil, Joel garantiu viver um dos melhores momentos na carreira e rejeitou qualquer tipo de desconforto com os jogadores.

O técnico admitiu ter vivido algumas turbulências desde janeiro do ano passado, quando assumiu a equipe. No entanto, afirmou que sua satisfação em General Severiano é completa e lembrou que, por isso, recusou as propostas recebidas.

- O treinador precisa estar preparado para bons e maus momentos. A direção do Botafogo me trata bem, e não tenho qualquer problema com as pessoas que envolvem o departamento de futebol. Nesses 13 meses, recebi propostas e em nenhum momento pestanejei. No Brasil, é difícil permanecer todo esse tempo. Talvez eu viva o melhor momento da minha vida porque venho trabalhar feliz - destacou.     Depois da vitória sobre o River Plate (assista ao gol no vídeo ao lado), Joel Santana recebeu um abraço coletivo dos jogadores. Mas o que mais satisfez o treinador foi, segundo ele, a disposição demonstrada em campo, mesmo num dia em que faltou qualidade técnica.

- Fiquei feliz pelo comprometimento dos jogadores, mesmo sem uma bela partida. Isso satisfaz qualquer treinador. Eles deram o máximo, com luta e sem se entregar em nenhum momento.

O Botafogo volta a campo neste sábado, para a estreia na Taça Rio, segundo turno do Campeonato Carioca. Enfrenta o Volta Redonda, às 16h, no Engenhão.    

veja também