MENU

Jogador que sofreu grave acidente de carro nos EUA vai à Justiça

Jogador que sofreu grave acidente de carro nos EUA vai à Justiça

Atualizado: Quarta-feira, 19 Outubro de 2011 as 3:27

Hoje no DC United, Davies processará firma de

bebidas que dá nome a rival na MLS (Foto: AP)

  Dois anos depois de sofrer um grave acidente de carro em Washington , o atacante americano Charlie Davies resolveu ir aos tribunais. O jogador processará a boate que deixou embriagada a responsável pelo incidente e a firma de bebidas que patrocinava o evento - e que dá nome ao RBNY,  rival direto de sua atual equipe, o DC United, no campeonato americano de futebol.

A batida causou a morte de uma mulher de 22 anos, chamada Ashley J. Roberta. Ela estava no veículo com o atleta e outra pessoa. Davies estava atuando pelo Sochaux, da França, e perdeu a chance de fazer parte do grupo que disputar a Copa de 2010.

De acordo com o jornal "The Washington Post", Davies entrou com uma ação na semana passada, no valor de US$ 20 milhões (R$ 35 milhões), processando a empresa responsável pela boate e a firma de bebidas.  No texto, ele responsabiliza ambos por servir álcool para Maria Alejandra Espinoza, que causou o acidente.

Espinoza ficou presa por dois anos pelo crime e acabou liberada após chorar em um julgamento. Servir bebidas alcoólicas para pessoas com sinais de estarem sob efeito de alguma droga é crime no território da capital americana.

Coincidência ou não, o DC United briga diretamente por uma vaga nos playoffs do campeonato americano de futebol com o RBNY - e a empresa que patrocina a fase de mata-mata é uma fabricante de tequila cujo lema é "divirta-se com 100% de responsabilidade".         

veja também