MENU

Jogadores despistam, mas Argentina quer ser o 'Barça' da Copa América

Jogadores despistam, mas Argentina quer ser o 'Barça' da Copa América

Atualizado: Terça-feira, 21 Junho de 2011 as 9:06

Messi em ação no amistoso contra a Albânia:

"Argentilona" ? (Foto: Reuters)

  Posse de bola, toques precisos, muita movimentação e o brilho de Messi. Com essa combinação de jogo, a Argentina venceu a Albânia por 4 a 0 no último amistoso antes da Copa América . Seria uma tentativa de copiar o Barcelona? Jogadores e comissão técnica dos hermanos desconversam quando perguntados, mas deixam transparecer que essa é a ideia.

- Comparações como essa são difíceis. Temos que aproveitar o fato de termos jogadores com muita qualidade. Necessitamos ter a posse de bola, tratá-la bem e termos condições de mudar o ritmo do jogo ao nosso gosto e sermos agressivos – afirmou o lateral-esquerdo Zabaleta, depois de questionado.

- Gostei muito do futebol que desempenhamos, especialmente na posse de bola que tivemos. Ainda mais quando se juntaram jogadores como Banega, Messi, Gago e Lavezzi – salientou o técnico Sergio Batista.

E, de fato, a formação em campo no estádio Monumental de Nuñez foi muita parecida com a do Barça. Três homens no meio de campo no formato de um triângulo (Mascherano, Biglia/Gago e Banega fazendo o que desempenham Busquets, Xavi e Iniesta na equipe espanhola) e outro trio na frente postado de forma semelhante ao time de Guardiola (Messi repetindo sua função, Lavezzi como Villa e Di María/Tevez emulando Pedro).

- Batista, diferentemente de Maradona (último técnico da Argentina), está dando uma cara, um padrão de jogo à equipe. E a ideia é se parecer com o Barcelona – observou Matías Bustos, repórter do jornal portenho “Clarín”.

- O segundo gol (Nota: uma bela triangulação entre Banega, Lavezzi e Messi) teve o estilo de toque de bola do Barça. Mas é necessário ressaltar que é fácil jogar como o Barça quando se enfrenta um time contra a Albânia – observou o jornalista Gabriel Miadosqui, lembrando que o “sparring” da última segunda-feira é apenas o 50º colocado no ranking de seleções da Fifa.

Jogador do Barcelona, o volante Javier Mascherano disse que o importante é Argentina se adaptar aos atletas que possui e fazer as coisas da melhor maneira.

À la Barcelona ou não, a Argentina estreia na Copa América no próximo dia 1º de julho contra a Bolívia, na cidade de La Plata, em duelo válido pelo Grupo A da competição.          

veja também