MENU

Jon Jones elogia Lyoto Machida, mas se diz superior: 'Vou derrotá-lo'

Jon Jones elogia Lyoto Machida, mas se diz superior: 'Vou derrotá-lo'

Atualizado: Quarta-feira, 30 Novembro de 2011 as 2:38

Jon Jones mistura a irreverência do jovem que é com a competência de um veterano das artes marciais. Não à toa que, com apenas 23 anos, tornou-se campeão dos meio-pesados (até 93kg) do UFC ao derrotar de forma impiedosa o brasileiro Maurício Shogun. Depois de defender, com aparente tranquilidade, o cinturão diante de Quinton "Rampage" Jackson, ele se prepara para enfrentar outro brasileiro, Lyoto Machida, na luta principal do UFC 140, no dia 10 de dezembro, em Toronto, no Canadá. E "Bones", como é conhecido, mostra ao mesmo tempo confiança e serenidade ao falar sobre o que espera para o combate.

Em 15 lutas, Jon Jones perdeu apenas uma, por desclassificação  (Foto: Agência Getty Images) - Eu me conheço. Conheço minhas fraquezas. Não sou ingênuo em relação a elas. E estou começando a entender meu oponente. Estou começando a entender o que torna o Lyoto ele mesmo, onde ele forte, onde ele é fraco. Vou derrotá-lo. Acredito que é meu destino ser campeão do UFC por muitos anos - disse, em vídeo postado no site oficial da organização.

O atual campeão da categoria mais disputada do UFC também fez questão de ressaltar as qualidades de Lyoto e revelou que enfrentá-lo não será nenhuma surpresa para ele:

Jones castigando Rampage (Foto: Divulgação/UFC) - Eu sempre soube que um dia lutaria com o Lyoto. É um grande oponente, imprevisível e rápido. Acho que ele leva esse esporte a sério. Lyoto adora distância, e eu também, mas eu tenho braços e pernas mais longos, e acredito que sou tão rápido quanto ele. Também sou muito imprevisível. Estou confiante no meu wrestling (luta olímpica) contra o Lyoto. Penso que posso chutar as pernas dele e levá-lo para baixo. E também acho que tenho versatilidade de clinch (agarrar o adversário). Além do combate entre Jon Jones e Lyoto Machida, o UFC 140 ainda contará com outras duas lutas envolvendo grandes nomes do Brasil: Rodrigo Minotauro enfrenta Frank Mir, para quem perdeu no UFC 92, em dezembro de 2008, enquanto seu irmão gêmeo Rogério Minotouro encara Tito Ortiz. O canal Combate transmite ao vivo, e o SPORTV.COM acompanha em Tempo Real.      

veja também