MENU

Jones e Evans trocam cordialidades e admitem que rivalidade esfriou

Jones e Evans admitem que rivalidade esfriou

Atualizado: Quarta-feira, 18 Abril de 2012 as 4:42

Após tanta expectativa criada em cima da tensão entre os dois lutadores, a coletiva de imprensa do UFC 145, com Jon Jones e Rashad Evans, foi morna. O atual campeão dos pesos-meio-pesados e seu desafeto, que trocaram insultos e discutiram asperamente em especiais televisivos nos últimos meses, foram cordiais na conferência desta quarta-feira, em Atlanta. Os dois se respeitaram, fizeram piadas sem muitas provocações e até pediram desculpas em algumas ocasiões.

O UFC criou todo um novo formato para a coletiva desta quarta, focando apenas nos dois lutadores do evento principal, com perguntas de um mediador - o presidente da companhia, Dana White, não esteve presente -, da imprensa local e de fãs pela internet. A aposta era de que faíscas sairiam do reencontro. Todavia, o que se viu foi um debate educado, sem interrupções e bate-bocas como nas aparições televisivas da dupla nos últimos meses.

"Suga" Rashad, o desafiante e ex-campeão da categoria, que se sentiu traído pelo ex-companheiro de equipe, admitiu que o longo período de espera para o combate e os repetidos encontros com Jones aliviaram a animosidade com o atual detentor do cinturão.

- Amigo, não vou mentir. Estou de saco cheio de falar dele, de olhar para ele e ver todo mundo me perguntando sobre ele. Só quero entrar no octógono e lutar. É a profundidade. Quando você fala tanto sobre uma coisa, você acaba fazendo as pazes com muitas coisas no caminho. Tem sido um processo tão longo que você cansa - explicou Rashad Evans.

"Bones" Jones, por sua vez, disse que sua estratégia durante o período de preparação era atacar a personalidade do ex-companheiro, mas admitiu que a longa espera tirou o gás do confronto para ele. O campeão também aconselhou outros lutadores que tenham amigos da mesma categoria a manterem distância deles uma vez que ambos chegarem ao Top 5 do ranking.

- Rashad usou uma boa analogia, que (o mundo da luta) é como um triângulo. Tem todos esses peixinhos no fundo, e conforme você sobe na categoria, os peixes viram tubarões, e o espaço é menor. Você tem que ficar longe desses tubarões - filosofou.

Se outros encontros entre os dois tiveram momentos cômicos mais pelo desconforto de cada um em estar no mesmo local, este teve risadas sinceras de ambos os lados. Em certo ponto da entrevista, Jones comparou a idade de Evans à de seu agente, Malki Kawa (ambos estão na casa dos 30), e o desafiante brincou e se disse ofendido. O campeão pediu desculpas. Mais tarde, indagado sobre que lutador Jones tentava ser, Evans respondeu que o ex-companheiro tentava imitá-lo na forma de se vestir. Jones riu e admitiu que admira o estilo do rival. Em outro momento, "Bones" ainda elogiou a lealdade e qualidade de "Suga", a quem chamou de "vencedor".

Tantas gentilezas fizeram o público ponderar se a dupla poderia retomar a amizade que tinha quando treinava junta na academia Jackson's MMA. Evans não descartou a possibilidade.
- Só Deus sabe seus planos. Não dá para dizer definitivamente o que vai acontecer amanhã ou hoje. Eu havia dito que jamais enfrentaria Jon Jones e estou aqui hoje - disse Evans.

veja também