MENU

Judô: Brasil é quatro vezes quinto lugar na Super Copa do Mundo de Moscou

Judô: Brasil é quatro vezes quinto lugar na Super Copa do Mundo de Moscou

Atualizado: Terça-feira, 27 Maio de 2008 as 12

Judô: Brasil é quatro vezes quinto lugar na Super Copa do Mundo de Moscou

Luciano Correa (-100kg), Walter Santos (+100kg), Claudirene César (-78kg) e Priscila Marques (+78kg) chegaram à disputa da medalha de bronze, mas acabaram derrotados

 

O judô brasileiro conquistou no sábado, 24 de maio, quatro quinto lugares na Super Copa do Mundo de Moscou. Luciano Correa (-100kg), Walter Santos (+100kg), Claudirene César (-78kg) e Priscila Marques (+78kg) por pouco não conquistaram medalha na competição, sendo derrotados na disputa do terceiro lugar. Neste domingo (25) acontecerá a disputa por equipes. O país conquistou uma medalha de bronze na competição, com Leandro Guilheiro (-73kg), na sexta-feira, 23 de maio.

O campeão mundial Luciano Correa (-100kg) disputou cinco lutas. Na estréia venceu o austríaco Florian Lindner por yuko. Na segunda luta foi superado por ippon pelo russo Viacheslav Mikhaylin, que acabou conquistando a medalha de bronze no evento. Pela repescagem, Luciano fez uma luta dura com o geogiano Levan Razmadze e venceu por koka. Ainda pela repescagem o brasileiro passou por ippon pelo grego Dionysis Iliadis. Na luta pelo bronze, caiu diante do russo Askhab Kostoev, sofrendo um yuko quando restavam 20 segundos para o final da luta.

Já Walter Santos (+100kg), que substituiu o lesionado João Gabriel Schlittler, fez três lutas. Na estréia, vitória sobre o russo Andrey Volkov por yuko. Na segunda rodada, Walter perdeu para o bielorusso Ihar Makarau por wazari. Ihar Makarau se consagrou campeão na Super Copa de Moscou. Na disputa pelo bronze, o brasileiro foi superado por wazari pelo francês Jean-Sebastien Bonvoisin.

Pelo feminino, Claudirene César (-78kg), convocada para substituir Edinanci Silva, fez boa campanha. Com quatro lutas, Claudirene começou na competição com vitória por yuko sobre a russa Flora Mkhitaryan. No combate seguinte, perdeu por wazari para Purev Jarq Lkhamdegd, da Mongólia, que mais tarde conquistaria o bronze. Na repescagem, venceu por ippon a bielorussa Katsiaryna Radzevich, mas foi superada por ippon pela russa Alana Kanteeva na luta pelo bronze.

Priscila Marques (+78kg) mostrou que está em boa fase e venceu sua chave na parte eliminatória da competição. Primeiro passou por Anna Balashova, da Rússia, por ippon, e depois por Iryna Iadkouskaya, da Bielorússia, também por ippon. Na semifinal, caiu diante da francesa Eva Bisseni por yuko e na disputa da medalha de bronze voltou a perder, desta vez para Ksenia Chibisova, da Rússia, por ippon. A francesa acabou conquistando a medalha de prata na competição.

veja também