MENU

Judô: Brasil estréia nesta quinta-feira no Campeonato Mundial Júnior

Judô: Brasil estréia nesta quinta-feira no Campeonato Mundial Júnior

Atualizado: Quinta-feira, 23 Outubro de 2008 as 12

Judô: Brasil estréia nesta quinta-feira no Campeonato Mundial Júnior

Sarah Menezes (-48kg), Raquel Lopes (-52kg) e Luis do Carmo (+100kg) são os primeiros brasileiros a entrarem em ação na Tailândia, na maior edição da história dos mundiais de juniores

O Brasil estréia nesta quinta-feira, dia 23 de outubro, no Campeonato Mundial Júnior de judô, em Bancoc, na Tailândia. Será o maior mundial da categoria de todos os tempos, com 80 países e 497 atletas. Lutam no primeiro dia de competição Sarah Menezes (-48kg), Raquel Lopes (-52kg) e Luis do Carmo (+100kg).

"Estou bem treinada e espero ter um bom desempenho no Mundial. Ganhei muita experiência disputando os Jogos Olímpicos de Pequim e agora encaro de uma forma diferente cada competição", diz Sarah Menenzes.

Para Camila Minakawa (-63kg) o fato de a equipe júnior ter ajudado na preparação final do time olímpico brasileiro antes dos Jogos de Pequim, também somou mais experiência a todos os atletas.

"Ter treinado com a equipe olímpica no Japão ajudou muito. Estamos confiantes num bom resultado", afirma.

Esta experiência internacional também é percebida em outras delegações. Atletas com "rodagem" estarão em ação no Mundial Júnior. Sete medalhistas da última edição do evento, disputado na República Dominicana em 2003, competem na Tailândia: Teddy Riner (FRA, +100kg), Alexandra Padyadova (KAZ, -48kg), Maureen Groefsema (NED, -52kg), Mayra Aguiar (BRA, -70kg), Rochelle Nunes (BRA, +78kg), Alibek Bashkaev (RUS, -81kg) e Marvin de la Croes (NED, -90kg). O francês Riner é o maior destaque do evento, com uma medalha de bronze nos Jogos Olímpicos de Pequim, um ouro no mundial adulto e outro no mundial júnior.

Durante o Campeonato Mundial Júnior o Comitê Executivo da FIJ vai observar o resultado de três novas sugestões na arbitragem da modalidade: o uso do combate direto (sem mate), o fim do koka (pontuação mais baixa do judô) e o Golden Score com três minutos ao contrário dos cinco da regra atual. Além disso, os atletas competirão num novo formato de chave, com repescagem a partir das quartas-de-final e não mais das semifinais.

"Não existe melhor laboratório no mundo para testarmos essas novas regras do que o Mundial Junior", disse o presidente da FIJ, Sr. Marius Vizer.

O diretor de arbitragem da FIJ, Sr, Juan Barcos, explica a razão desta experiências: "Tudo o que queremos é manter o espírito do judô. Depois do evento nos vamos colher a opinião dos atletas, técnicos, árbitros e oficiais para ver se as mudanças são boas ou não e a partir daí tomar nossa decisão antes do começo da temporada 2009".

Programação

23/10 - Categorias -48kg, -52kg e +100kg

24/10 - Categorias -57kg, -63kg, -100kg e -90kg

25/10 - Categorias -70kg, -78kg, -81kg e -73kg

26/10 - Categorias +78kg, -66kg e -60kg

veja também