MENU

Juiz ajuda, mas Corinthians fica no 0 a 0 com Tolima

Juiz ajuda, mas Corinthians fica no 0 a 0 com Tolima

Atualizado: Quinta-feira, 27 Janeiro de 2011 as 8:18

Uma mãozinha da arbitragem impediu que o fiasco corintiano no Pacaembu, na noite desta quarta-feira, fosse maior, durante estreia na Copa Libertadores. A equipe alvinegra ficou no 0 a 0 com o Deportes Tolima, e o resultado só não foi pior porque um gol legal dos colombianos, anotado ainda no primeiro tempo, foi anulado por impedimento.

    O tropeço coloca a participação da equipe de Parque São Jorge na fase de grupos do torneio continental sob risco. O duelo de volta no mata-mata será na próxima quarta, às 22h, na cidade de Ibagué, e o Tolima jogará por uma vitória simples.

Apesar das vaias da torcida, de alento ao Corinthians fica o fato de não ter sido vazado como mandante. Fora de casa, necessitará de um empate com gols ou de um triunfo. Um novo 0 a 0 leva a disputa para os pênaltis.

“Falou-se tanto dessa eliminatória, mas o Tite falou uma coisa que é verdade, são 180 minutos. Tivemos muita dificuldade, o time deles marcou muito e não conseguimos furar o bloqueio. Tem outro jogo lá, e vamos seguir nessa linha de trabalho para buscar o resultado”, comentou Roberto Carlos, em entrevista à Rede Globo.

Principal astro entre os comandados de Tite, Ronaldo tentou finalizar cinco vezes, mas, ainda fora de forma, levou pouco perigo ao adversário sul-americano.

Nos minutos iniciais, a proposta de jogo das duas equipes já ficou clara. Os brasileiros tomaram a iniciativa de partir para o ataque no esquema que varia do 4-3-3, com o trio ofensivo Dentinho, Jorge Henrique e Ronaldo, para o 4-5-1, quando Dentinho e Jorge Henrique compõem a linha do meio para ajudar na marcação.

Já os colombianos adotaram o 4-5-1, com apenas um atacante isolado à frente, e apostaram nos contra-ataques e nos erros da retaguarda rival para deixar o Pacaembu aflito.

Faltou criatividade ao setor de armação alvinegro, e a solução foi explorar o jogo aéreo. No primeiro tempo, os dois lances de perigo saíram em cruzamentos na área. Aos 13min, Ronaldo cabeceou e Anthony Silva defendeu. Aos 29min, o baixinho Jorge Henrique mergulhou com estilo e quase abriu o placar, mas a bola foi para fora.

Como Chicão e Leandro Castan atuavam em linha, o ataque do Tolima insistiu em enfiadas nas costas da defesa. Foi assim que ocorreu o lance mais polêmico do confronto. Aos 25min, Murillo surgiu sozinho na cara do gol, driblou Júlio César e mandou para a rede. A arbitragem assinalou impedimento, mas o replay da Rede Globo mostrou que a posição era regular.

“Precisamos trabalhar mais a bola, jogar mais para frente. Jogar na casa deles sempre é difícil, e por isso precisamos sair com a vitória”, declarou Dentinho, na saída para o intervalo.

Entretanto, quem quase balançou a rede a 1min do segundo tempo foi o Deportes Tolima. Um chute de Medina saiu muito próximo ao gol de Júlio César.

Apagado, Bruno César deu lugar a Edno. Depois foi a vez de Roberto Carlos e Dentinho saírem para as entradas de Marcelo Oliveira e Danilo.

No embalo da torcida, o Corinthians pressionou nos minutos finais. Jucilei, Danilo, Ronaldo e Chicão tentaram superar o goleiro Anthony Silva, porém sem sucesso.

veja também