Julgamento de Oscar Pistorius deve chegar ao fim em duas semanas

Imprensa sul-africana fala que pena deve ficar entre 25 e 15 anos e já começa a especular como seria a vida do medalhista paralímpico nas cadeias da África do Sul

Fonte: Globo EsporteAtualizado: segunda-feira, 28 de julho de 2014 12:06
Julgamento de Oscar Pistorius deve chegar ao fim em duas semanas
Julgamento de Oscar Pistorius deve chegar ao fim em duas semanas

Julgamento de Oscar Pistorius deve chegar ao fim em duas semanasO julgamento de Oscar Pistorius deve chegar ao fim nas duas próximas semanas. Arrastando-se por quatro meses, o sul-africano é acusado do assassinato de sua namorada, a modelo Reeva Steenkamp, no Dia dos Namorados, em 2013, em sua casa. Caso seja condenado, Pistorius pode pegar até prisão perpétua, com direito a pedir condicional com 25 anos de prisão. Caso seja provado que ele não tinha intenção de matar Reeva ao disparar os tiros em direção ao banheiro da sua suíte, o velocista pode pegar até 15 anos. A imprensa da África do Sul não acredita em um julgamento que o livre de qualquer acusação.

Com uma condenação iminente, a mídia sul-africana já começa a especular como seria a vida de Pistorius na prisão. O número de presos na África do Sul é o maior do continente, com 157.937 mil detentos. As cadeias enfrentam superlotações, com média de ocupação 28% acima das condições ideais, de acordo com estudo da Central Internacional de Estudos Prisionais.

De acordo com o documento, presos costumam ficar 23 horas nas celas e apenas uma hora fora delas, em banho de sol. Alguns falam em tortura com choques elétricos e injeções forçadas. Celas com capacidade para 32 pessoas teriam 88, usando o mesmo banheiro e chuveiro. Muitos morreriam por falta de facilidades médicas. A dúvida da imprensa é se Pistorius seria colocado junto dos demais presos ou teria alguma vantagem pelo seu histórico de atleta, sendo medalha de ouro nas Paralimpíadas de 2004, 2008 e 2012, em Londres.

Nas últimas semanas, Pistorius envolveu-se em uma briga de bar em Johanesburgo e acabou sendo expulso do local após se desentender com outro frequentador, identificado como Jared Mortimer. Testemunhas dizem que ele estava embriagado e teria inclusive insultado a família do presidente do país, Jacob Zuma.

Siga-nos

Mais do Guiame

O Guiame utiliza cookies e outras tecnologias semelhantes para melhorar a sua experiência acordo com a nossa Politica de privacidade e, ao continuar navegando você concorda com essas condições