MENU

Julio Baptista diz que pior fase para Kaká já passou: 'Ele está muito bem'

Julio Baptista diz que pior fase para Kaká já passou: 'Ele está muito bem'

Atualizado: Sábado, 19 Junho de 2010 as 10:13

Velho amigo de Kaká, Julio Baptista garante que o camisa 10 da seleção brasileira está pronto para começar a brilhar na Copa do Mundo. O meia do Roma acredita que a pior fase da recuperação física do companheiro já passou. E que ele vai crescer de rendimento durante a competição.

Kaká e Julio Baptista são velhos amigos. Se conheceram ainda nas divisões de base do São Paulo e jogam na Europa desde 2003. A amizade dos dois está além do futebol. Por isso, ninguém melhor do que o

meia do Roma para falar das condições do companheiro.

- Estou com ele há muito tempo. Ele é o mesmo, não mudou (durante o tratamento). O período mais duro já passou, que foi o de reabilitação. Foi um período que ele sentia dores. Agora está superbem, supertranquilo. Vai procurar fazer o melhor dele pela seleção. Ele está muito bem - disse Julio Baptista.

Julio Baptista é o reserva imediato de Kaká na seleção brasileira, mas acabou não entrando na estreia contra a Coreia do Norte. Nilmar foi o escolhido por Dunga, que acabou recuando Robinho para o meio-campo. Agora, o meia do Roma espera uma oportunidade para participar do primeiro jogo na Copa do Mundo.

Júlio Baptista e Kaká no início da carreira no

São Paulo (Foto: Divulgação) O meia da Roma valoriza a presença na África do Sul. Quatro anos antes, ele viveu uma grande decepção ao perder espaço na seleção na reta final da convocação para a Copa do Mundo de 2006. Depois de conquistar a Copa América de 2004 e a Copa das Confederações de 2005 com a seleção, ele acabou preterido da lista de Carlos Alberto Parreira.

- Eu me sinto preparado. Se vai ser no lugar do Kaká ou não, eu não penso. Estou preparado para ser utilizado. Trabalho para ter a minha oportunidade. Claro que respeitando os outros jogadores, mas querendo a minha oportunidade para mostrar que posso ajudar, que posso ser útil à seleção. O Kaká atua praticamente na mesma função que eu. Mas estou aqui para ajudar e fazer o meu melhor. Se o Dunga precisar, estou pronto para jogar.

fonte: globo.com

Por Leandro Canônico, Márcio Iannacca e Thiago Lavinas Direto de Joanesburgo, África do Sul

veja também