MENU

Júlio César destaca a saída de Elias para o mau começo do Timão no ano

Júlio César destaca a saída de Elias para o mau começo do Timão no ano

Atualizado: Terça-feira, 15 Fevereiro de 2011 as 10

O mau começo de temporada do Corinthians gerou muitas reclamações, até violência, e explicações, várias explicações. Uma delas foi apresentada pelo goleiro Júlio César, que foi um dos poucos a escapar da fúria de torcedores após a eliminação para o Tolima, na fase prévia da Taça Libertadores da América. Para o goleiro, o time teve uma perda muito importante no início do ano.

- No começo do ano foi que tivemos a perda principal, a do Elias. Foi difícil achar alguém para o lugar dele. O William também foi, como liderança, mas pelo jeito de jogar, o Elias era o cara que levava o time para frente. Acho que sem ele a gente perdeu mais, o time não encaixou logo quando ele saiu. Nosso jogo do ano foi muito cedo, mas isso não serve de desculpa - disse o goleiro no programa "Bem, Amigos", do SporTV, desta segunda-feira.     As trocas de técnico desde o segundo semestre de 2010, segundo Júlio César, também contribuíram um pouco para o início titubeante de temporada do Corinthians:

- Atrapalha até certo ponto, foi bem complicado. Primeiro saiu Mano, quando a gente estava há sete jogos sem perder no Brasileiro. Veio o Adilson, que começou bem, mas depois o time não encaixou e perdemos jogadores importantes por lesão e pontos importantes. Às vezes acontece, o Tite chegou ajeitou, mas empatamos com Guarani, Vitória e Goiás.

Júlio César relatou que no quebra-quebra de carros logo após a eliminação da Libertadores o seu automóvel não estava no estacionamento do CT. Ele revelou que muitos carros quebrados pertenciam na verdade a massagistas, roupeiros e seguranças do clube. Segundo ele, o presidente do Corinthians, Andres Sanchez, se comprometeu a pagar os prejuízos dos funcionários. O goleiro diz que agora é lutar pela conquista do Campeonato Paulista para amenizar a frustração pela perda da Libertadores, o maior sonho do torcedor corintiano.

- Nós mesmos nos cobramos, era grande sonho do torcedor, mas o grupo ficou mais maduro. Temos um jogo na quinta (contra o Mogi Mirim) e se vencermos nos colocará em terceiro lugar - disse.

Júlio César ainda comentou sobre o Tolima, elogiando a equipe colombiana:

- A frustração é muito grande, a gente sente muito. Mas enfrentamos uma equipe de qualidade e jogamos num campo muito ruim lá. Não fizemos a nossa parte no Pacaembu e enfrentamos um time que sabe jogar bem em sua casa. No segundo tempo do segundo jogo, eles tocaram bem a bola e fizeram o seu papel em campo.      

veja também