MENU

Junior bate Petrolero, dispara no grupo do Grêmio e se classifica

Junior bate Petrolero, dispara no grupo do Grêmio e se classifica

Atualizado: Sexta-feira, 18 Março de 2011 as 8:07

Jogando em casa, no Metropolitano de Barranquilla, o Junior derrotou o Oriente Petrolero por 2 a 1, de virada, na noite desta quinta-feira (já madrugada de sexta no Brasil), e já carimbou passaporte à próxima fase da Taça Libertadores. Com 100% de aproveitamento (todos os triunfos pelo mesmo placar), o time colombiano chega aos 12 pontos, abrindo cinco de diferença para o Grêmio, segundo colocado.

Já classificado, o Junior voltará a campo pela competição continental somente dia 7 de abril, quando irá encarar justamente o Tricolor. Sem pontuar ainda, o Petrolero, por sua vez, já está eliminado e jogará na próxima quinta, quando receberá o León de Huánuco-PER (quatro pontos), no Ramon Tahuiche Aguilera, abrindo a quinta rodada.

Os primeiros 45 minutos foram marcados por muita correria e pouca técnica. Mesmo diante de sua torcida, o Junior encontrava dificuldades para criar situações de gol e ainda sofria com os contra-golpes do time visitante.

A segunda etapa começou com os locais em cima, buscando abrir logo a contagem. Porém, logo em sua primeira chegada, foi o Petrolero quem tirou o zero do marcador. Aos três minutos, Campos recebeu de Penha e, da intermediária, disparou um míssil indefensável, que foi morrer no ângulo do goleiro Rodríguez.

Aos 13, os bolivianos, que já haviam perdido a dupla de ataque por contusão ainda no primeiro tempo (inclusive Arce, que teve passagem por Corinthians e Sport-PE), sofreram um golpe que acabaria se tornando determinante para a derrota. Aguirre foi expulso e deixou a equipe com um homem a menos em campo.

Sem opções, mas com a vantagem numérica no gramado, o Junior se lançou todo ao ataque e, aos 19, conseguiu a igualdade. Bacca, que entrara no intervalo, recebeu ótimo lançamento, girou para cima da marcação e bateu rasteiro, sem chances para Suárez.

E, aos 25, novamente o atacante colombiano fez a diferença. Bacca foi acionado na área e, após sofrer o combate da zaga contrária, caiu na área, em pênalti marcado pela arbitragem. Após as reclamações dos defensores do Petrolero, o próprio jogador cobrou dois minutos depois e virou para os locais.

Após sofrer a virada, o Oriente Petrolero, na base da vontade, procurou a igualdade, mas encontrou o rival mais seguro e decidido a segurar o resultado e garantir a classificação antecipada na Taça Libertadores.    

veja também