MENU

Keirrison se apresenta e diz combinar com o time do Santos

Keirrison se apresenta e diz combinar com o time do Santos

Atualizado: Segunda-feira, 19 Julho de 2010 as 2:14

Apresentado nesta segunda-feira, o atacante Keirrison afirmou que tem tudo para se dar bem no Santos, formado por jogadores jovens e velozes. O clube paulista conseguiu que o Barcelona emprestasse de graça o jogador de 21 anos, mas ficará responsável pelo pagamento dos salários e de um seguro.

- A equipe é rápida, e acho que combina comigo. Acompanho o time do Santos desde o começo do ano e sou uma peça que vai fazer de tudo para se encaixar. É um time que já ganhou o Paulista e está na final da Copa do Brasil. Vou fazer de tudo para ajudar a continuarem as vitórias - afirmou Keirrison, que não poderá disputar a decisão do torneio nacional, pois as inscrições já foram encerradas.

O jogador precisa de melhor condicionamento físico e de qualquer forma só poderá ser inscrito na CBF após a abertura da janela de transferência do mercado europeu, no dia três de agosto. Com isso, sua estreia pelo Peixe deve acontecer no dia 8 de agosto, contra o Internacional-RS, na Vila Belmiro.

Dívida com a torcida alvinegra

Antes de ir para a Europa, o jogador chegou a ser chamado de carrasco do Peixe, já que balançou a rede dez vezes em cima dos santistas, com sete gols pelo Coritiba e outros três com o Palmeiras. Agora, chegou a hora de pagar a dívida.

- Aconteceu. No Coritiba, em dois jogos acabei fazendo muitos gols. Meus primos que são santistas até brincam sobre isso comigo, ficavam bravos, mas hoje represento o Santos e vou fazer de tudo para ajudar a equipe fazendo gols.

Artilheiro sob o comando de Dorival Júnior

Keirrison nasceu em Dourados-MS e começou a jogar futebol no Cene. Transferiu-se para as categorias de base do Coritiba em 2005 e, no ano seguinte, foi promovido aos profissionais. Em 2007, foi artilheiro do Coxa na Série B, quando marcou dez gols e ajudou o time a subir de divisão.

Em 2008, sob o comando do atual técnico do Santos, Dorival Júnior, Keirrison foi o maior goleador do Brasileirão, com 21 gols, ao lado de Washington e Kléber Pereira, então no Fluminense e no Santos, respectivamente. Vendido para o Palmeiras para disputar a temporada de 2009, chegou a ter uma média de 1,33 gol por partida, mas ao todo marcou 24 vezes em 35 jogos.

- O ano de 2008 foi maravilhoso. Com 18 anos ser artilheiro no Brasileiro, que não é um campeonato fácil, foi muito gratificante. Em 2009, tive uma passagem boa pelo Palmeiras e apareceu a proposta do Barcelona e não tinha como recusar. Aceitei na hora. Foi um ano que aprendi muito, uma experiência grande e volto feliz.

Passagem apagada na Europa

O Barcelona pagou € 15 milhões (aproximadamente R$ 41 milhões) por Keirrison, que não jogou uma partida sequer pelo clube catalão. O atleta foi repassado por empréstimo para o Benfica, de Portugal. Jogou sete vezes e marcou dois gols.

Insatisfeito, foi para a Fiorentina, da Itália, e balançou as redes duas vezes novamente, em 11 partidas realizadas. Apesar de não repetir o sucesso do Brasil, o atleta disse que a passagem pelo velho continente foi proveitosa.

- Não é que não deu certo, eu tive dificuldades. Quando fui para o Barcelona sabia que seria emprestado para pegar experiência. Resumindo, não tive oportunidades e para marcar gols precisava de regularidade, mas não guardo mágoas. Eu procuro tirar coisas boas. Na Fiorentina, por exemplo, fui treinado pelo Cesare Prandelli (novo técnico da Itália) e aprendi muito com ele. Quem sabe em 2014 (na Copa do Mundo no Brasil) a gente se enfrente e eu possa ganhar dele.

veja também