MENU

Kite-extreme Brasil será decisivo na briga pelo título mundial

Kite-extreme Brasil será decisivo na briga pelo título mundial

Atualizado: Terça-feira, 23 Setembro de 2008 as 12

Aaron Hadlow e Kevin Langeree brigam no masculino e a brasileira Bruna Kajiya e a espanhola Gisela Pulido no feminino. Etapa nacional da PKRA começa nesta quarta-feira, dia 24 de setembro, na Praia do Coqueiro, PI  

A etapa brasileira do Mundial de Kitesurfe da PKRA (Professional Kiteboard Riders Association), a penúltima do circuito, que começa nesta quarta-feira , dia 24, na Praia do Coqueiro, em Luis Correia (PI), promete disputas acirradíssimas e muita emoção. Depois de oito provas, o inglês Aaron Hadlow, tetracampeão do Tour, e o holandês Kevin Langeree estão empatados no ranking e o resultado do Kite-Xtreme 2008 será fundamental para a decisão do campeão mundial deste ano. No feminino, a espanhola Gisela Pulido pode conquistar o bicampeonato no Brasil. Só uma vitória da paulista Bruna Kajiya e a terceira colocação da espanhola podem levar a decisão para a última etapa, no Chile.

Tetracampeão mundial consecutivamente, Aaron tentará evitar que seu maior adversário nos últimos anos, o holandês Kevin Langeree vença novamente no Piauí. Empatados em pontos no ranking,  Aaron, que nunca venceu uma etapa em terras tupiniquins, vai fazer de tudo para que esta história não se repita.

Já Kevin, que no ano passado deu um show na Praia do Coqueiro, vem com força total. O atleta vai brigar para levar o título mundial deste ano para a Holanda.

"Com certeza será uma competição emocionante. Estamos no final do tour e os dois estão alternando etapa a etapa a liderança do ranking. E quem vencer aqui, chega com vantagem na final do Tour" , diz Eduardo Piloni, coordenador geral do Kite-Xtreme 2008.

Se a disputa entre os homens está emocionante, as meninas não deixam por menos, principalmente pelas chances de título da vice-campeã mundial e bicampeã brasileira, a paulista Bruna Kajiya. Para ficar com a coroa, ela precisa vencer as duas etapas e torcer para Gisela Pulido não ficar em uma colocação melhor que o terceiro lugar. Um segundo lugar em qualquer das duas competições já garante o título de campeã para a espanhola.

  "Sei que vou ter bastante trabalho, que vai ser difícil, pois além da Gisela tem a Karolina Winkowska (polonesa), que já está treinando no Brasil há um tempo. Mas espero que competindo em casa, com apoio dos amigos, eu consiga me dar bem", diz Bruna.

Além de Bruna Reno Romeu, décimo colocado no ranking mundial, o Brasil estará muito bem representando na competição. Pela colocação na primeira etapa do Brasil Kite Tour, que também aconteceu na Praia do Coqueiro, os atletas Hélio Cabrinha (PI) , Sílvio Vilarim (RN), Carlos Dias (SE), Carol Freitas (RJ) e Carol Homsi (PB) receberam wild-card da PKRA, junto com a ABK e GEST, e ingressam já na chave principal da competição.

"Vou brigar por um bom resultado nesta etapa. Quero terminar o ano entre os sete primeiros do Tour", disse Reno.

veja também