MENU

Kleber minimiza a derrota e projeta nove pontos nos próximos jogos

Kleber minimiza a derrota e projeta nove pontos nos próximos jogos

Atualizado: Terça-feira, 28 Junho de 2011 as 9:40

Kleber projeta três vitórias em três partidas

(Foto: Piervi Fonseca / Agência Estado)

  Não se abater com a primeira derrota no Campeonato Brasileiro. Este é o pedido do atacante Kleber, capitão do Palmeiras, após o revés por 2 a 0 diante do Ceará, no último domingo, em Fortaleza. O camisa 30 projetou nove pontos nos próximos três jogos para que a equipe siga brigando pelas primeiras posições. O Verdão está em terceiro, com 11 pontos, quatro a menos que o líder São Paulo. O vice-líder Corinthians tem 13.

- A derrota dói porque sabíamos que dava para ter vencido. Nos próximos três jogos, dois serão em casa e temos a chance de seguir brigando pela liderança com uma vitória - explicou o atacante.

Os dois próximos adversários do Verdão não começaram bem o Campeonato Brasileiro. O Atlético-GO, rival de quinta-feira, no Canindé, perdeu em casa na última rodada para o Vasco (1 a 0), e ocupa a 12 posição, com sete pontos.

Já o América-MG, rival do dia 7 de julho, em Sete Lagoas-MG, está na zona de rebaixamento e só conquistou cinco pontos até agora, após seis partidas.

    Na projeção do Gladiador, o terceiro jogo é o mais complicado: o Palmeiras vai receber o Santos, dia 10 de julho, no Pacaembu, em seu primeiro clássico na competição. O lado bom é que o Verdão vai enfrentar o campeão da América sem Neymar, Elano e Ganso, que estarão defendendo a Seleção Brasileira na Copa América, na Argentina.

- Nosso time já mostrou que é bastante regular no Brasileirão, então não podemos nos incomodar com este placar. Temos de seguir trabalhando, vencer o próximo jogo e superar esta derrota - completou o Gladiador. Principal jogador do time, Kleber pode fazer na próxima quinta-feira seu sétimo jogo pelo Palmeiras neste Brasileirão. Caso isso ocorra, o camisa 30 não poderá mais atuar por nenhuma equipe neste Brasileirão, o que inviabilizaria qualquer negócio dentro do Brasil, frustrando o interesse do Flamengo, e aliviando os palmeirenses.          

veja também