MENU

Leandro Guilheiro sobe de peso e já concorre ao prêmio de Melhor do Ano

Leandro Guilheiro sobe de peso e já concorre ao prêmio de Melhor do Ano

Atualizado: Quinta-feira, 16 Dezembro de 2010 as 10

Manter os 73kg ficou difícil para Leandro Guilheiro. O ganho de massa muscular para fortalecer as articulações e a coluna, fizeram o dono de dois bronzes olímpicos entre os leves resolver subir de peso nesta temporada. A expectativa era de conseguir resultados a médio prazo, mas eles vieram mais rapidamente do que o judoca poderia imaginar. Aos 27 anos, ele já escreveu seu nome entre os melhores de 2010 na nova categoria meio-médio (-81kg). Foi vice-campeão mundial em Tóquio, bom começo para quem sonha com o pódio nas Olimpíadas de Londres-2012. Nesta edição do Prêmio Brasil Olímpico, Guilheiro concorre ao prêmio de Melhor do Ano com o jogador de vôlei Murilo e com o nadador Cesar Cielo. Clique aqui e participe da votação.

Conquistas em 2010

Leandro Guilheiro foi campeão do Grand Slam de Paris e da Copa do Mundo de São Paulo. Conquistou também a medalha de prata no Mundial de Tóquio e a de bronze no Grand Slam disputado na mesma cidade.

O judô no Prêmio Brasil Olímpico

Na edição passada, Sarah Menezes foi a grande vencedora entre as mulheres. Ela levou a melhor na disputa com Poliana Okimoto, das maratonas aquáticas, e Natália Falavigna, do taekwondo. O judô já teve representantes participando da eleição de Melhor do Ano outras três vezes.

Em 2005, João Derly, que tinha comemorado o título mundial naquela temporada, também levou o troféu para casa. Dois anos depois, Tiago Camilo foi o indicado, mas não saiu vitorioso na eleição. Assim como Ketleyn Quadros, que em 2008 conquistou a medalha de bronze nos Jogos de Pequim.

Desafios em 2011

O próximo ano será fundamental para a classificação olímpica, agora feita por ranqueamento. Para abrir a temporada, os 16 judocas mais bem classificados no ranking mundial irão participar do Masters de Baku, no Azerbaijão, que dará 400 pontos para o vencedor. Leandro também está de olho nos quatro Grand Slams e no Mundial de Paris.

veja também