MENU

Leão encerra episódio Lucas e 'provoca' meia em treino

Leão provoca Lucas após polêmica

Atualizado: Terça-feira, 13 Março de 2012 as 2:33

Pelo sexto dia consecutivo, a polêmica entre Lucas e o técnico Emerson Leão dominou o noticiário do São Paulo. Após o meia Jadson revelar, na última segunda-feira, que houve uma reunião do treinador com todo o grupo para resolver o caso, o próprio comandante concedeu entrevista coletiva nesta terça-feira e tentou encerrar o assunto.

- Tudo que falei foi perante o grupo. Temos passado todos os dias dentro de um clima de confiança. É para isso que a comissão técnica serve. Quando se pensa diferente ou se faz algo diferente, a gente conversa e ajusta. O episódio se encerrou e a responsabilidade foi aumentada. Basta ver o noticiário dos últimos dias, só se falou nisso, o que mostra a importância que o Lucas tem para o nosso grupo - afirmou o treinador.

Leão também não quis esticar polêmica com o empresário do camisa 7, Wagner Ribeiro. O agente comparou o meia a uma Ferrari que Leão não sabia conduzir. O treinador minimizou o caso.

- Se fosse responder todas as graças que um profissional da bola ouve, poderia fazer um livro e ganhar um bom dinheiro. Só devo satisfações aos dirigentes do São Paulo, a mais ninguém. Quem fala do lado de fora, é porque nunca esteve dentro - ressaltou.

Durante o treino de finalização ocorrido nesta terça-feira, o clima estava tranquilo. Em determinado momento, o treinador começou a testar Lucas. Ao fazer um cruzamento que foi mal finalizado pelo meia, Leão não perdoou.

- É desse jeito mesmo?

O garoto respondeu:

- Você falou que ia colocar a bola na minha cabeça. Acha que eu sou o Rhodolfo?

Em novo lance, Leão cruzou três vezes para o camisa 7 e avisou.

- Vai bater até acertar o gol.

O garoto não deixou barato.

- Até você acertar o cruzamento, né?

Até a saída do gramado, a cada finalização errada, o treinador cobrava o jogador que, curiosamente, marcou poucos gols. Lucas, no entanto, tem presença confirmada entre os titulares na partida desta quarta-feira, contra o Independente-PA, pela Copa do Brasil.

Na coletiva, quando questionado sobre o ocorrido em campo, o treinador desconversou, mas se mostrou tranquilo.

- Não foi nem provocação e nem brincadeira. O problema é que o Lucas é fominha. Ele e o Luis Fabiano, se você deixar, ficam no campo até amanhã. Só que amanhã temos jogo importante.

veja também