MENU

Lesão grave faz Deco repensar carreira e futuro no Flu é incerto

Lesão grave faz Deco repensar carreira e futuro no Flu é incerto

Atualizado: Sexta-feira, 28 Janeiro de 2011 as 4:54

Multicampeão na Europa, Deco não tem sido feliz em seu retorno ao futebol brasileiro. Apesar do título do Brasileirão com a camisa do Fluminense, a série de lesões musculares tem feito o luso-brasileiro pensar (e muito) na carreira, e até mesmo a aposentadoria passou pela sua cabeça. Na última terça-feira, o jogador se reuniu com a cúpula do futebol tricolor e a decisão sobre seu futuro ficou em aberto. Enquanto isso, ele já iniciou tratamento de fisioterapia para tratar uma grave lesão no músculo adutor da coxa esquerda.

Após sentir o problema, na vitória sobre o Olaria, no último domingo, no Engenhão, Deco não escondeu a frustração e buscou refúgio nos familiares, em São Paulo. A viagem, inclusive, frustrou os planos do departamento médico do Flu de realizar exames na segunda-feira. Internamente, comenta-se no clube que um jogador com o currículo do camisa 20 não precisa se expor a críticas pelas repetitivas lesões.

Para pessoas próximas, Deco chegou a dizer que “não dá mais” depois de seu quinto problema muscular em seis meses nas Laranjeiras. De cabeça fria, porém, o tom do discurso passou a ser mais ameno. Aos 33 anos, o meio-campo tem contrato com o Flu até 28 de agosto de 2012.

- Parar não é o que eu quero agora. Quero jogar por mais um tempo, ainda mais num clube que luta por títulos. Sei que é um momento difícil, principalmente pela expectativa sobre mim. Mas tenho condições de dar a volta por cima, como sempre fiz na minha vida. Sei da expectativa do clube e da torcida, mas a minha é ainda maior - disse o apoiador, em entrevista à Rádio Brasil.

E se a decisão sobre o futuro da carreira cabe ao jogador, que vê até mesmo o mundo árabe como um caminho por ser um futebol disputado em um ritmo mais lento, no Fluminense também há questões a serem resolvidas. Como o prazo para recuperação da lesão na coxa é de aproximadamente 45 dias, o clube estuda a possibilidade de não inscrever Deco na primeira fase da Libertadores.

O Tricolor deve entregar a lista de relacionados para a Conmebol antes de estreia, contra o Argentinos Juniors, dia 9, no Engenhão, mas uma previsão otimista dá conta de que o luso-brasileiro só terá condição de jogo para a partida contra o América do México, dia 23 de março, também no Engenhão, pela quarta rodada.    

veja também