MENU

Lesão no joelho não tira João Gabriel de Pequim

Lesão no joelho não tira João Gabriel de Pequim

Atualizado: Sexta-feira, 16 Maio de 2008 as 12

Lesão no joelho não tira João Gabriel de Pequim

 

 Os atletas da seleção olímpica de judô se submeteram, nesta semana, a exames médicos e laboratoriais no Instituto Vita, em São Paulo. Os procedimentos são rotina na preparação da seleção brasileira e são realizados a cada seis meses.

O peso pesado João Gabriel Schlittler também passou pelas avaliações de sangue, equilibrio, postura e ortopédica. João sofreu uma lesão ligamentar no cruzado do joelho direito e já está em tratamento. A contusão não o impedirá, porém, de representar o Brasil nos Jogos Olímpicos de Pequim, em agosto.

"Já começamos o tratamento de fisioterapia. João ficará mais uma semana em São Paulo e, depois disso, voltará ao Rio para dar continuidade ao trabalho e retomar a preparação fisica. Ele está apto a voltar a competir em um mês e meio no máximo", diz o médico chefe da Confederação Brasileira de Judô, Wagner Castropil.

A fisioterapia será conservadora, sem necessidade de um tratamento especial. No dia 15 de junho João Gabriel já estará de volta aos treinamentos com quimono.

"Estou muito confiante na recuperação. Na hora da lesão (durante treino em Belo Horizonte com o campeão mundial Teddy Riner, da França) só pensei na dor. Estou caminhando normalmente e fazendo os movimentos com o joelho sem nenhuma limitação. Acho que a minha musculatura forte ajuda a minimizar qualquer impacto nas articulações", diz João Gabriel, bronze no Mundial 2007.

João Gabriel não irá com a delegação para Moscou, na próxima terça-feira, 20 de maio. Seu reserva Walter Santos, ouro no campeonato Pan-Americano de Miami, na última semana, será o substituto. A seleção disputa na Rússia a Super Copa do Mundo e o Campeonato Europeu por Equipes. No feminino, Claudirene Cezar viaja no lugar da meio-pesado Edinanci Silva, poupada devido a uma fissura na costela.

veja também