MENU

Lesões assustam Renato Gaúcho: 'Vou ver se tenho 11 para jogar'

Lesões assustam Renato Gaúcho: 'Vou ver se tenho 11 para jogar'

Atualizado: Segunda-feira, 2 Maio de 2011 as 9:32

Renato Gaúchotem problemas para escalar o time (Foto: RBS)

  Na derrota de domingo para o Inter no clássico Gre-Nal que deu ao adversário do Grêmio o título do segundo turno do estadual, Renato Gaúcho não contou com os lesionados Victor, Bruno Collaço, Lúcio e André Lima. Durante a partida, ainda perdeu Gabriel e Willian Magrão.

Após o jogo o técnico do Grêmio afirmou que ambos, com problemas musculares, sequer viajam com a delegação no início da tarde desta segunda-feira para o Chile. Às 21h50m de quarta, em Santiago, o Grêmio enfrenta o Universidad Católica, pelas oitavas de final da Taça Libertadores.

Ainda no Estádio Beira-Rio, Renato Gaúcho lamentou mais lesões, e deixou para falar sobre o assunto nesta segunda-feira.

- Não aguento mais perder jogadores. A partir de amanhã (segunda) vamos pensar no time para quarta-feira - disse

Renato Gaúcho ilustrou a situação crítica exponencializando o problema, dizendo temer não conseguir onze jogadores para a partida:

- Na parte emocional vou conversar bastante com o grupo. Em primeiro lugar vou ver se tenho onze para jogar. A não ser o Vilson, os outros dois que saíram (Gabriel e Willian Magrão) estão fora, até do campeonato de repente.

Além de cinco lesionados (Collaço não está na lista da Libertadores), Borges - expulso na derrota de 2 a 1 para o Universidad Católica, no jogo de ida - também não joga. E Carlos Alberto foi dispensado. Com isso, dos 25 jogadores inscritos para as oitavas de final da competição, Renato Gaúcho tem à disposição apenas 18 - embora o treinador tema não chegar a este número.

- Nosso grupo é grande, mas temos muitos jogadores no departamento médico. É muito difícil ter 18 jogadores para viajar.

O Grêmio tem treino marcado para as 10h desta segunda-feira. Às 14h50m a delegação segue viagem ao Chile.        

veja também