MENU

Liga da Ásia: time de Thiago Neves marca nos minutos finais e vai à semi

Liga da Ásia: time de Thiago Neves marca nos minutos finais e vai à semi

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 4:15

O Al Hilal (Arábia Saudita) passou um sufoco nesta quarta-feira para se classificar para a semifinal da Liga dos Campeões da Ásia. Após vencer o Al Gharafa (Qatar) em casa por 3 a 0 no jogo de ida, o time de Thiago Neves levou três gols em 45 minutos e teve que ir à prorrogação para perder por 4 a 2 e conseguir a vaga, fora.

Dois brasileiros estiveram em campo no Qatar: Thiago Neves, pelos visitantes, e Araújo, camisa 10 do Al Gharafa. O técnico Caio Junior que não contou com Juninho Pernambucano, ficou revoltado após o segundo gol do Al Hilal, invadiu o campo e deixou o gramado fazendo gesto de roubo com as mãos. O Al Gharafa conseguiu devolver 3 a 0 ainda no primeiro tempo com gols de Babiker, Mahmoud e Koussy. Na prorrogação, Mahmoud fez 4 a 0.

Com a classificação praticamente nas mãos, os donos da casa entregaram a vaga nos minutos finais. Aos 117, Al Qahtani fez o primeiro do Al Hilal. Dois minutos depois, Al Mahyani marcou o segundo e garantiu o time da Arábia na semifinal. Bilal Mohammed, do Al Gharafa, ainda foi expulso aos 120.

Na semifinal, o Al Hilal vai enfrentar o Zob Ahan (Irã), que mais cedo empatou em 1 a 1 com o Pohang Steelers (Coreia do Sul), atual campeão do torneio, fora de casa. Em casa, o Zob Ahan havia vencido por 2 a 1.

Na partida entre dois sul-coreanos, o Suwon Samsung recebeu o Seongnam Ilhwa e fez 2 a 0, mas está eliminado porque perdeu na ida por 4 a 1. Agora, o Seongnam Ilhwa espera o vencedor do confronto entre Al Shabab (Emirados Árabes) e Jeonbuk (Coreia do Sul), ainda nesta quarta, para definir a outra semifinal.

As semifinais serão disputadas em 5, 6, 19 e 20 de outubro. A final está marcada para 13 de novembro. O campeão estará classificado para o Mundial de Clubes da Fifa, que já tem Internacional (Brasil), Inter de Milão (Itália), Pachuca (México), Al Wahda (Emirados Árabes) e Hekari United (Papua-Nova Guiné) confirmados.

veja também