MENU

Liga Futsal chega à rodada decisiva com 8 equipes brigando por 4 vagas

Liga Futsal chega à rodada decisiva com 8 equipes brigando por 4 vagas

Atualizado: Quarta-feira, 6 Julho de 2011 as 10:42

O Minas precisa de apenas um empate para avançar

à segunda fase (Foto: Beto Costa/CBFS-Divulgação)

  A primeira fase da Liga Futsal termina nesta quarta-feira. Com 12 equipes já classificadas para a segunda fase, oito times brigam pelas quatro vagas restantes. Dos 11 jogos que serão realizados às 19h15m desta quarta-feira , seis serão decisivos para a classificação, sendo que duas destas partidas são confrontos diretos entre equipes com chances de avançar à fase seguinte.

Um destes jogos é Minas x Tubarão, em Belo Horizonte. Próximos na tabela (o time mineiro é o 13º, enquanto os catarinenses estão em 14º), os dois times garantem a classificação em caso de empate. Apesar da coincidência, ambas as equipes afirmam que entrarão em quadra para vencer, descartando o tradicional "jogo de compadres".

- Vamos jogar para ganhar. O nosso objetivo é terminarmos em 12º. Se empatarmos, podemos ser ultrapassados na tabela, com a possibilidade de ficarmos em 16º, o que é muito ruim, pois, se chegarmos à fase de mata-mata, decidiremos sempre na quadra do adversário - afirma o fixo do Minas Caio, que quer a equipe jogando com "inteligência". - A torcida vai estar aqui e eles querem sempre o time jogando para cima. No entanto, se a partida estiver muito difícil, temos que jogar com inteligência, pois o empate é uma outra possibilidade de classificação.     Autor de sete gols na Liga Futsal, o ala do Minas Alexandre acredita em um jogo com ritmo cadenciado por conta da situação das duas equipes. Apesar do prognóstico, ele descarta qualquer possibilidade de um "jogo de compadres".

- Nós não podemos perder e o Tubarão também não. Portanto, acho que os dois times vão ter muita cautela na partida, embora acredite que ambos queiram vencer - diz ele, ressaltando que um empate combinado pegaria muito mal para a reputação dos times com suas respectivas torcidas. - Isso é um tipo de coisa que o torcedor não aceita. Quando eles vêm ao estádio, eles querem ver sua equipe brigando pela vitória.

O Tubarão considera um empate diante do Minas como

um bom resultado (Foto: Beto Costa / Divulgação)

  O Tubarão também descarta a possibilidade de um resultado combinado, embora o técnico da equipe, Jarico, ressalte que, por conta das circunstâncias  - de atuar fora de casa contra um adversário qualificado -, classificar-se com um empate não é um mau resultado.

- Nosso objetivo é conquistar ao menos o empate, que nos garantirá na segunda fase - admite o treinador, que quer o time desligado das demais partidas durante o confronto desta noite. - Não temos que pensar nos outros times e jogos, temos que nos concentrar somente no nosso desafio.

O outro confronto direto por vaga na segunda fase é a partida entre Assoeva e Londrina, em Venâncio Aires (RS). O time gaúcho ocupa a última posição na zona de classificação (16º) e depende só de si para avançar à fase seguinte. Se empatar, terá de torcer para Peixe Brasília, Suzano e Macaé Sports não vencerem seus compromissos. Ao Londrina, por sua vez, apenas a vitória interessa na partida em Venâncio Aires. Só que, mesmo vencendo, o time parananese tem de torcer por insucessos dos mesmos Peixe Brasília, Suzano e Macaé Sports.

Assim como o Londrina, Macaé Sports, Suzano e Peixe Brasília também dependem de uma combinação de resultados para avançar à segunda fase. Fora do G-16, os times têm de vencer seus jogos e torcer por tropeços dos rivais pela classificação. O Peixe Brasília recebe o já classificado São José, em Sobradinho (DF). O Suzano também enfrenta uma equipe já garantida na próxima fase: o Petrópolis. A partida, porém, será na Região Serrana fluminense. O Macaé, por sua vez, joga contra o Anápolis, em Anápolis (GO). Último lugar na tabela, a equipe goiana não tem mais qualquer aspiração na Liga Futsal.

Caso não vença nesta noite, São Paulo pode ficar de

fora (Foto: Ricardo Saibun / Santos FC-Divulgação)

  Único clube de massa ainda envolvido na disputa por uma vaga na segunda fase, o São Paulo depende só de si para avançar na competição. Só que o Tricolor Paulista terá um adversário indigesto: o Carlos Barbosa, vice-líder com 80,9% de aproveitamento. A partida será em Marília, local onde os são-paulinos mandam suas partidas.

Confira a situação de cada partida decisiva (em negrito, as equipes que ainda buscam a classificação):

São Paulo x Carlos Barbosa - São Paulo avança com qualquer vitória. Em caso de empate, o Tricolor Paulista fica de fora se Assoeva e Brasília vencerem seus jogos. Em caso de derrota, o time do Morumbi está eliminado se três das quatro equipes que estão logo abaixo da classificação vencerem na rodada.

Petrópolis x Suzano - Só a vitória interessa ao Suzano, que tem que torcer pelo tropeço de dois dos três times que estão logo à sua frente na classificação (São Paulo, Assoeva e Peixe Brasília).

Peixe Brasília x São José - O time candango tem de vencer e torcer para São Paulo ou Assoeva tropeçarem.

Anápolis x Macaé Sports - A classificação mais improvável. O time fluminense tem de vencer o Anápolis e torcer por quatro combinações de resultados envolvendo as cinco equipes que estão logo à sua frente.

Minas x Tubarão - As duas equipes estão na zona de classificação e se classificam com um empate. Caso haja um vencedor, o perdedor estará eliminado caso, pelo menos, três das seis equipes que estão atrás vençam os seus jogos.

Assoeva x Londrina - O Assoeva depende só de si e, com uma simples vitória, já está na segunda fase. Empatando, terá de torcer para que Peixe Brasília, Suzano e Macaé Sports não vençam os seus jogos. Com um dos três triunfando, o time gaúcho já está fora. O Londrina, por sua vez, tem de vencer e torcer por três combinações de resultado favoráveis.        

veja também