MENU

Loco Abreu brilha, Botafogo espanta zebra e pega o Fla na semifinal

Loco Abreu brilha, Botafogo espanta zebra e pega o Fla na semifinal

Atualizado: Segunda-feira, 8 Fevereiro de 2010 as 12

Não foi dos jogos mais complicados. Apesar do susto inicial, o Botafogo contou com a força, a altura e precisão de Loco Abreu, que marcou três vezes, para bater de virada o Resende por 5 a 2 , na tarde deste domingo, dia 7, no Engenhão, pela última rodada da fase de grupos da Taça Guanabara. O resultado levou o time carioca aos 18 pontos e assegurou passagem às semifinais na segunda posição da chave B.

O Flamengo, que ficou em primeiro lugar no grupo A, será o adversário do Botafogo na semifinal. O Resende, por sua vez, encerrou a participação no primeiro turno com seis pontos, campanha bem inferior a do ano passado, quando alcançou a final do turno.

"Levamos um susto, mas depois dominamos o jogo e fizemos um placar bom. Acho que foi legal, mas ainda precisamos melhorar. Durante a semana vamos treinando e ajustando as coisas", avaliou o técnico Joel Santana.

Não deu nem tempo de o Botafogo pensar em estudar o adversário. No primeiro lance, aos 34 segundos, Elias recebeu na área e abriu o placar. Atordoado pelo golpe inesperado, a equipe de General Severiano demorou cerca de dez minutos para juntar os cacos e voltar ao jogo. O jovem Caio era o principal canal de reação.

Assista aos gols da partida:

Mas não foi dos pés dele que saiu o empate. Aliás, não foi dos pés de ninguém. Aos 18, Loco Abreu aproveitou bola alçada na área por Lucio Flávio e deslocou o goleiro adversário com a categoria de quem usa a cabeça como poucos.

Vaiado pelos torcedores desde o início da partida, Lucio se encheu de moral após o cruzamento para o empate. Aos 29, ele fez jogada individual e sofreu falta perto da entra da área. Marcelo Cordeiro cobrou e Loco Abreu se antecipou à zaga para desviar e decretar a virada no placar.

Aos 38, Marcio Gomes puxou Caio e evitou que o atacante Alvinegro tentasse alcançar a bola, após lançamento. O jogador do Resende acabou recebendo o segundo cartão amarelo e, consequentemente, o vermelho.

Mesmo com um a mais em campo, o Botafogo não ‘forçou a barra’ na volta do intervalo. A pedido de Joel Santana, o time jogava de forma cadenciada. Em relação ao primeiro tempo, a diferença marcante foi a maior participação de Alessandro no ataque. Aos 10, o lateral-direito cruzou e, após falha do goleiro Cléber, Loco Abreu marcou seu terceiro gol no jogo.

Dez minutos depois, o uruguaio apareceu de novo. Após cortar o defensor, ele finalizou com capricho na trave direita do goleiro do Resende. Na sobra, porém, Marcelo Cordeiro anotou o quarto do time de General Severiano. Aos 33, Wellington Junior ainda ampliou. No fim do jogo, Elias ainda diminuiu, mas já era tarde. Ao fim, vaga para o Botafogo e chance de apagar o passado recente, dando nova esperança aos seus torcedores.

veja também