MENU

Longe de líderes, Massa e Button podem ajudar parceiros na briga pelo título

Longe de líderes, Massa e Button podem ajudar parceiros na briga pelo título

Atualizado: Quarta-feira, 20 Junho de 2012 as 12:52

Bruno Gecys, iG São Paulo

Brasileiro e britânico serão fiéis da balança na disputa no topo da tabela, que conta com seus companheiros de equipe

Passadas as sete primeiras etapas do campeonato 2012 da Fórmula 1, nenhum piloto conseguiu vencer mais de uma prova no ano. Porém, apesar de todo o equilíbrio, os quatro primeiros colocados do Mundial já começam a se destacar como os principais candidatos ao título, mas vivem situações diferentes dentro de suas equipes.

Leia também: Massa revela estar mais feliz na Ferrari após ajustes no carro

Ao contrário do ano passado, Sebastian Vettel não despontou na liderança e está em terceiro, apenas seis pontos à frente de Mark Webber, deixando a disputa aberta dentro da Red Bull. Na McLaren e na Ferrari, porém, a situação muda: enquanto Lewis Hamilton e Fernando Alonso lideram o campeonato, seus companheiros estão abaixo das expectativas na temporada e podem decidir se o campeonato vai para Woking ou Maranello no final do ano.

Mostrando muita regularidade na atual temporada, Hamilton e Alonso são os únicos que conseguiram pontuar em todas as provas do ano até agora e esperam pela ajuda de Jenson Button e Felipe Massa, seus parceiros de equipe, que não vão bem e estão cada vez mais longe do topo.

O brasileiro, que está em 14º no Mundial, com 11 pontos, é o que vive a pior situação. Conquistou sua melhor posição do ano em Mônaco, com um modesto sexto lugar. Agora, com chances pra lá de remotas de entrar na briga, terá papel decisivo para ajudar Alonso a chegar a seu terceiro título mundial, o primeiro pela Ferrari.

Na escuderia italiana, o auxílio ao principal piloto da equipe é mais escancarado. Na história recente, episódios como a “ajuda” de Rubens Barrichello a Michael Schumacher no GP da Áustria de 2002 e do próprio Massa a Alonso no GP da Alemanha de 2010 evidenciaram uma prática que a equipe não faz tanta questão de esconder.

Neste ano, após o péssimo início de campeonato do brasileiro, o próprio presidente da equipe já chegou a pedir uma reação do piloto para ajudar o companheiro na briga pelo título. “Quanto mais o carro melhora, mais fácil é de guiar e melhor para o Felipe. Conto com ele para tirar pontos dos adversários do Fernando”, afirmou Luca di Montezemolo.

Deixe seu recado e comente a notícia com outros leitores

Quem pode evitar que Alonso seja campeão é Button. O britânico, que teve um ótimo início, com vitória na Austrália, caiu de forma repentina no campeonato e está em oitavo, com 45 pontos, quase metade de Hamilton, e pode também servir como escudeiro para o parceiro de time.

A McLaren, ao contrário de sua rival italiana, sempre adotou um discurso favorável à disputa livre entre os pilotos. Brigas por posições entre Ayrton Senna e Alain Prost são exemplos disso. Neste ano, porém, a regularidade mostrada por Hamilton e a instabilidade da campanha de Button não permitem que os dois estejam lutando juntos no topo.

Com isso, o campeonato pode depender muito dos “coadjuvantes” das equipes na temporada. Se Button ou Massa reagirem a tempo, podem ser o fiel da balança no campeonato. A diferença de Hamilton para Alonso na tabela é de apenas dois pontos. No campeonato mais disputado da história, apenas um ponto pode fazer a diferença no final e qualquer ajuda será bem-vinda até a vigésima prova do ano, no Brasil.

Siga o iG Automobilismo no Twitter

A oitava etapa da temporada acontece neste fim de semana, no Grande Prêmio da Europa, em Valência. O iG acompanha todos os treinos livres, o classificatório e a corrida em tempo real.

Em 2010, Massa liderava o GP da Alemanha, mas cedeu primeiro lugar a Alonso, vice-campeão daquele ano

Foto: Getty Images

Confira a programação completa do fim de semana da Fórmula 1 em Valência*:

Sexta-feira, 22 de junho 1º treino livre: 5h 2º treino livre: 9h

Sábado, 23 de junho
3º treino livre: 6h
Classificatório: 9h

Domingo, 24 de junho
Grande Prêmio da Europa: 9h

* Sempre pelo horário de Brasília


Continue lendo...

veja também