MENU

Lucas se torna referência da sub-20 na ausência do suspenso Neymar

Lucas se torna referência da sub-20 na ausência do suspenso Neymar

Atualizado: Terça-feira, 8 Fevereiro de 2011 as 9:45

Sem o craque mais badalado, suspenso, a Seleção Brasileira sub-20 vai ter como referência na partida da próxima quarta-feira, às 0h10m (de Brasília), contra o Equador, em Arequipa, no Peru, o craque mais moderado. Com Neymar fora de combate, Lucas se tornou a principal peça do time comandado por Ney Franco na penúltima partida do hexagonal final do Sul-Americano, que dá duas vagas para as Olimpíadas de 2012, em Londres, e quatro para o Mundial, em julho, na Colômbia.

Em entrevista recente, o apoiador admitiu ser mais tímido do que o companheiro de quarto, que costuma ser mais extrovertido, principalmente diante das câmeras. Para Lucas, que conversou com a imprensa na última segunda-feira, a Seleção Brasileira tem tudo para fazer mais uma boa apresentação diante dos equatorianos, no Universidad Nacional San Agustín, em Arequipa.

- Acredito que eu possa ser essa referência, mas não só eu, todos os jogadores precisam chamar a responsabilidade. O Neymar vai fazer falta, claro que vai. Sei que eu e o Oscar vamos ser mais visados, mais marcados. Seleção Brasileiro é isso aí. Os melhores estão aqui - disse o jogador.

Além da perda de Neymar, o time canarinho também não contará com os zagueiros Bruno Uvini, que sofreu uma fratura na fíbula da perna direita, e Juan, expulso diante dos Argentinos. Apesar disso, na opinião de Lucas, o grupo é forte e tem boa peças de reposição.

- Agora é que temos que mostrar a força do grupo. Temos que nos unir mais ainda. Como você mesmo disse aconteceu tudo de uma hora para a outra. Perdemos jogadores importantes, mas a Seleção está bem preparada. Temos que trabalhar para fazer um bom jogo diante dos equatorianos - afirmou Lucas.

Disposto a liderar a equipe na partida diante do Equador, Lucas aproveitou para aconselhar os companheiros contra a catimba dos rivais sul-americanos.

- Primeiro temos que jogar o nosso futebol, não cair na provocação do adversário. Em um lance atípico, o Juan acertou o jogador deles e foi expulso. Os adversários sempre vão querer provocar e temos sempre que jogar o nosso futebol. É simples - analisou o camisa 10.

Sem os três atletas, a tendência é que a Seleção sub-20 entre em campo com a seguinte formação: Gabriel, Danilo, Saimon, Romário e Alex Sandro; Fernando, Casemiro, Lucas e Oscar; Diego Maurício e Willian José.

Por: Márcio Iannacca

veja também