MENU

Luigi não critica Falcão, mas admite que situação 'começa a preocupar'

Luigi não critica Falcão, mas admite que situação 'começa a preocupar'

Atualizado: Segunda-feira, 20 Junho de 2011 as 9:20

O Internacional chegou neste domingo a seu terceiro empate em cinco rodadas do Brasileirão ao ficar no 1 a 1 com o Coritiba, no Couto Pereira. Com seis pontos, o Colorado aparece apenas na 12ª colocação na competição. Após a partida, o presidente do Inter, Giovanni Luigi, lamentou que o time tenha saído na frente do marcador e depois cedido o empate ao adversário.

- Sabíamos que seria um jogo extremamente difícil. O que a gente acaba ficando com gostinho amargo é que começamos vencendo e não conseguimos manter. Não é a primeira vez.que ocorre isto. Contra o Peñarol (eliminação na Libertadores), o Palmeiras (empate por 2 a 2 na quarta rodada do Brasileiro)... Essas questões é que devemos continuar trabalhando - destacou.

Luigi lembrou que empatar fora de casa com o vice-campeão da Copa do Brasil é natural. A derrota para o Ceará, no Beira-Rio (1 a 0, na segunda rodada), é que foi considerada fora do aceitável. Sem criticar o técnico Falcão, o presidente admitiu que a situação do Inter no campeonato já começa a preocupar (a diferença em relação ao líder São Paulo é de nove pontos).

- Uma campanha assim faz parte do Campeonato Brasileiro, com exceção do Ceará, está dentro do previsto. Mas está chegando o ponto de procurar o crescimento e a subida na tabela de classificação porque esta é uma questão que começa a preocupar - acrescentou o cartola.

O Inter volta a campo no Brasileiro no próximo domingo, contra o Figueirense, no Beira-Rio. Luigi aponta a partida como fundamental.

- Contra o Figueirense, temos que conquistar os três pontos. Aproveito para conclamar a torcida a ajudar a equipe a conseguir uma grande sequência - finalizou.          

veja também