MENU

Lutadores querem criar a Confederação Mineira de MMA

Lutadores querem criar a Confederação Mineira de MMA

Atualizado: Segunda-feira, 12 Dezembro de 2011 as 10:38

Os lutadores Daivison Black Panter e Jakson Marrom abriram a quarta edição da Arena Fight Uberlândia, realizada neste sábado. Durante três rounds de cinco minutos cada, os atletas de Mixed Martial Arts, popularmente conhecido como MMA, se enfrentaram com golpes em pé e no chão.

Marrom, de short verde, venceu por um ponto

(Foto: Andréia Candido/GLOBOESPORTE.COM) Por apenas um ponto de diferença Marrom levou a melhor e derrotou o adversário com 29 pontos. Foram oito lutas com representantes de cidades mineiras, paulistas e goianas, uma delas entre mulheres.

O MMA permite ao praticante utilizar qualquer golpe ou técnica de diferentes artes marciais como boxe, jiu-jitsu, karatê e muay thai. Esta última teve representante com torcida prá lá de organizada. Vinícius Dinamite e Tiago Vinícius ocuparam o octógono e mostraram a técnica da luta. O confronto entre eles ficou empatado.

Para o organizador do evento, Lucélio Silva Cordeiro, o MMA tem ganhado espaço tanto na cidade do Triângulo, quanto no Brasil e as competições, que valem ponto no ranking nacional, são sempre pautadas pelos detalhes exigidos pela Confederação Brasileira de MMA.

- As regras são rígidas. Quem pensa que há violência durante as lutas é porque não conhece o esporte - disse Lucélio.

No próximo ano, Lucélio pretende investir em uma competição ainda maior.

- Vamos trabalhar para fazer da quinta temporada um evento internacional. Enquanto isso, também lutamos para criar a Confederação Mineira de MMA - contou.          

veja também