MENU

Luxa cogita mudar o time contra o Horizonte: 'Posso fazer uma surpresa'

Luxa cogita mudar o time contra o Horizonte: 'Posso fazer uma surpresa'

Atualizado: Segunda-feira, 18 Abril de 2011 as 3:58

Em participação no programa Redação Sportv desta segunda-feira, o técnico Vanderlei Luxemburgo deu pistas de que pode mudar o time no duelo com o Horizonte, quarta-feira, pelas oitavas da Copa do Brasil.  A partida será no Engenhão, às 21h50m. Os ingressos estão à venda .

- Posso fazer uma surpresa para quarta-feira, porque estamos jogando em casa - comentou, sem entrar em detalhes.

Durante o bate-papo, o comandante repetiu a tese de que pegar o Olaria na semifinal não deixaria o Flamengo mais tranquilo na Taça Rio. Mas algumas palavras mostraram que escapar do Fluminense era um forte desejo de Luxemburgo no segundo tempo do empate em 1 a 1 com o Macaé.

- Eu estava analisando o que estava acontecendo na competição. Veio a resposta de que o Olaria estava vencendo. Queria ser primeiro do grupo, daria moral. Fomos para cima. Na hora do pênalti, saí comemorando. Como poderia imaginar? Pênalti com Ronaldinho, último minuto...Acontece. Parecia o Baggio - comentou o treinador, lembrando a cobrança desperdiçada pelo italiano na final da Copa de 1994.

Luxemburgo também confirmou que o volante Willians será punido por ter faltado ao treino do último sábado, no Ninho do Urubu. O treinador só não disse qual será a punição. Existe a hipótese de o jogador ser multado.

O assunto surgiu no momento em que o treinador foi perguntado sobre a situação de Carlos Alberto no Grêmio. O jogador ficou uma semana sem treinar para tratar de problemas particulares no Rio de Janeiro . No último domingo, contra o Ypiranga, o meia ficaou no banco. Entrou no segundo tempo e fez um dos gols da vitória nos pênaltis , depois de empate em 1 a 1 no tempo normal. O treinador rubro-negro analisou a carreira do meia e citou o exemplo de Willians espontâneamente,  sem ser perguntado sobre a falta de sábado. Para Luxemburgo, os jogadores se sentem protegidos pelos empresários e pelo mercado movimentado.

- Ele (Carlos Alberto) cria o problema e isso vem para dentro do campo, caminha com ele. Os problemas que o Carlos Alberto teve foram todos de não saber aonde termina o limite. Por exemplo, o Willlians não apareceu no treinamento. Ia chegar atrasado e eu mandei voltar. Técnico tem que tomar uma atitude. Infringiu a regra de uma empresa. O futebol está assim. O cara falta, vai na véspera de jogo para não sei aonde. Aí o assessor de imprensa começa a preparar o cara, o empresário também. Fala: "se o Luxa não te colocar para jogar, eu te tiro do Flamengo e coloco no Corinthians". Esse é o mercado. O técnico hoje em dia tem que ter cuidado de saber como é que vai falar nas palestras. Saber qual é a abordagem. Porque tem empresário que diz: "o técnico falou para você marcar, mas você tem que agredir,  porque temos de fazer o DVD pra mostrar. Existe um mercado paralelo - comentou o treinador.      

veja também