MENU

Luxa diz que estreia de Ronaldinho vai obedecer a interesses comerciais

Luxa diz que estreia de Ronaldinho vai obedecer a interesses comerciais

Atualizado: Sábado, 22 Janeiro de 2011 as 10:09

Em dois coletivos realizados até agora, Ronaldinho Gaúcho demonstrou disposição, mas foi discreto. O camisa 10 do Flamengo tem sido vítima da falta de ritmo. O cansaço do jogador é evidente, principalmente em treinos sob sol forte, como os que ocorreram na tarde desta quinta-feira e na manhã desta sexta. Apesar do esforço e das tentativas de criar jogadas, fica claro que o craque precisa evoluir fisicamente.

O técnico Vanderlei Luxemburgo se mostra tranquilo. Segundo ele, Ronaldinho sabe dosar o esforço.

- Jogador que chega ao nível dele faz um treino inferior. Guarda tudo para o jogo. Você vai ver ele treinando, parece que não está bem, mas aparece na hora do jogo. O Thiago Neves também é um grande jogador. Precisa estar dentro da melhor condição física e técnica. Falta ritmo de jogo para fazer o que sabem.

Thiago tem se destacado nos treinos. Consegue ser veloz e mais produtivo e deve estrear antes. A previsão é que ele entre em campo contra o Americano, quarta-feira que vem, em Macaé. No caso de Ronaldinho, a decisão sobre a estreia vai obedecer a critérios físicos, técnicos e comerciais.

- Já está traçado, mas quando for o momento certo passarei para vocês (jornalistas). Não vou esconder. Eu entendo a pressão para noticiar, mas eu tenho isso e outras coisas para trabalhar. Há interesses comerciais. Futebol é negócio, mas também não queremos um prejuízo técnico e do retorno de imagem. Tem de ser equilibrado para não haver esse prejuízo. Eles vieram para cá para ganhar campeonato. Se não ganharem, fica uma droga para todo mundo.

Há uma forte corrente no clube que planeja a estreia de Ronaldinho para fevereiro. O motivo é simples: o Flamengo está em fim de contrato com a Batavo e prefere dar o benefício do primeiro jogo – com a gigantesca repercussão na mídia – ao novo patrocinador. Outra questão levada em conta: a ideia da diretoria é que o astro entre em campo em jogo de torcida única, para que o Engenhão seja exclusivamente ocupado por rubro-negros. Desta forma, a tendência é que seja no duelo com o Nova Iguaçu, no dia 2 de fevereiro.  

veja também