MENU

Luxemburgo: 'Ainda falta um ponto para sair da confusão'

Luxemburgo: 'Ainda falta um ponto para sair da confusão'

Atualizado: Domingo, 21 Novembro de 2010 as 10:05

O Flamengo dormiu aliviado, mas com os olhos abertos. A vitória deste sábado, por 2 a 1, sobre o Guarani, um concorrente direito na fuga do rebaixamento, trouxe tranquilidade ao Rubro-Negro, mas não o permite relaxar. Com 43 pontos, em 13º, o time de Vanderlei Luxemburgo não pode mais ser ultrapassado pelo Grêmio Prudente, já rebaixado, e pelo Goiás. Para ficar atrás do Bugre, precisaria perder os dois últimos jogos (contra Cruzeiro e Santos), com a equipe de Campinas vencendo os seus dois (Grêmio e Fluminense). Entretanto, a posição dos cariocas na 36ª rodada do Brasileirão depende dos jogos deste domingo.

- Ainda falta um ponto para sair da confusão. Se o Avaí ganhar (do Atlético-GO) e o Vitória ganhar (do Corinthians), temos de pensar que o nosso número de vitórias é menor (o Flamengo tem nove vitórias). Temos de ter os pés no chão. Demos dois dias de folga aos jogadores porque concentramos um dia antes (na quinta-feira). Eles têm de descansar, ficar com a família. Precisamos de mais um ponto. Vamos ver o que vai acontecer neste domingo. Se não acontecer uma coisa boa, contra o Cruzeiro será mais uma decisão – disse.

Fla e Cruzeiro vão jogar em Volta Redonda, no estádio Raulino de Oliveira, no próximo domingo, às 17h. Luxemburgo deve ter todos os jogadores à disposição. A única dúvida é o atacante Deivid, que terá de ser examinado na volta da folga por conta de uma torção no tornozelo direito.

Luxemburgo terá uma semana um pouco mais tranquila para trabalhar. A pressão antes do jogo contra o Guarani foi intensa e incômoda. Algo incomum para um técnico com tantas vitórias na carreira.

- A minha história vai sendo esquecida, as pessoas esquecem. Não vou conseguir ganhar todos os campeonatos. O Alex Ferguson (técnico do Manchester United-ING), o Fábio Capello (comandante da seleção inglesa), não conseguiram. Você passa por alguns percalços. Aí perde a qualidade? É difícil cobrar os jogadores para ganhar campeonatos. A gente se ajeita de acordo com a competição – desabafou.

O grupo rubro-negro volta ao trabalho na tarde desta terça-feira, às 16h30m (de Brasília), no Ninho do Urubu.

Por Richard Souza Rio de Janeiro

veja também