MENU

Maicosuel versão 2010: garçom que rouba doce dos adversários

Maicosuel versão 2010: garçom que rouba doce dos adversários

Atualizado: Quarta-feira, 22 Setembro de 2010 as 3:32

A temporada disputada pelo Hoffenheim, da Alemanha, fez Maicosuel retornar ao Brasil ainda em busca da readaptação. Enquanto a torcida e o próprio jogador torcem para que ele reencontre o futebol que o fez brilhar pelo Botafogo em 2009, o Mago vem mostrando um pouco mais do que as habituais habilidade e ousadia. Entre os todos os meias ofensivos e atacantes do Campeonato Brasileiro, ele é, na média, quem mais rouba bolas.

Foram 31 desarmes em 12 partidas disputadas no Brasileirão, média de 2,58. No elenco do Botafogo, este número é superado apenas pelo zagueiro Fábio Ferreira, que roubou 60 bolas em 22 jogos (média de 2,73). Maicosuel fica à frente até mesmo de marcadores de ofício como Leandro Guerreiro (2,57), Somália (2,5), Alessandro (2,14) e Antônio Carlos (1,60), por exemplo.

Maicosuel mostrou-se surpreso com a estatística, mas ao mesmo tempo encontrou rapidamente uma explicação. Segundo ele, mesmo com pouco tempo de Hoffenheim, foi possível evoluir em alguns fundamentos, e o principal deles foi a marcação.

- Isso vem da Alemanha. Aprendi meio que na marra, pois o meu treinador de lá cobrava muito que eu ajudasse no combate. Felizmente pude acrescentar isso às minhas características. Antes eu era muito preguiçoso na hora de correr para marcar - admitiu.

Nas 12 partidas disputadas desde a volta ao Botafogo, Maicosuel deu três assistências, cometeu sete faltas e sofreu 46. O meia, entretanto, se cobra para melhorar o que julga ser a mais importante das estatísticas: a de gols. Foram apenas dois na competição.

- Meu foco é a questão ofensiva. Realmente preciso voltar a fazer gols, mas tenho a consciência de que venho ajudando muito o Botafogo - disse.

veja também