MENU

Maluf pede paciência, mas afirma que novidades virão nos próximos dias

Maluf pede paciência, mas afirma que novidades virão nos próximos dias

Atualizado: Sexta-feira, 1 Abril de 2011 as 10:11

Não foi apenas o técnico Dorival Júnior que não ficou satisfeito com a atuação do Atlético-MG na derrota por 2 a 1 para o Grêmio Prudente na noite desta quarta-feira. O diretor de futebol do clube, Dorival Júnior, também achou que o desempenho foi fraco, mas pediu paciência.

- O time não jogou bem. Eu acho que um time não se encontra da noite para o dia. Tem que ter paciência, e eu tenho certeza que a gente está no caminho certo. Fizemos um péssimo jogo, não merecemos ganhar, mas isso faz parte do futebol. Nós sabemos o que precisamos, vamos melhorar, mas jogamos muito mal. Temos que reconhecer que é para ficar preocupado, mas vamos reforçar e fazer algo de positivo.

Sobre os reforços, o dirigente que tem como estratégia manter nomes em sigilo, afirmou que tem conversas adiantas, além de lembrar que dois reforços ainda não estrearam.

- Fizemos a contratação do Guilherme atacante, do Guilherme lateral, eles ainda não estrearam. E sabemos que temos que reforçar. Mas não é fácil reforçar. Nós temos algumas coisas engatilhadas e acredito que nos próximos dias a gente vai conseguir trazer alguma coisa.

Jobson

Eduardo Maluf voltou a falar sobre o caso Jobson. Na terça-feira, o diretor de futebol divulgou que o atleta não fazia mais parte do elenco atleticano, já que tinha manifestado o interesse de voltar ao Botafogo. Mas pelos lados de General Severiano, os dirigentes refutaram o retorno do jogador. Após conversas com os cartolas cariocas, Maluf voltou a falar sobre o caso.

- Quando contratamos o Jobson já sabíamos que tipo de jogador ele era. Nós queríamos ajudar o menino, mas só podemos ajudar quem quer ser ajudado. Já conversei com o Ânderson Barros e vamos resolver entre Botafogo e Atlético-MG. Ele não pertence mais ao Atlético-MG e não sei onde ele está. Vamos tratar esse assunto internamente. Quando resolvermos, vamos anunciar para a imprensa. Acho que é um momento difícil, o menino vai ser julgado nos próximos meses e nada que sair publicamente pode ajudá-lo neste momento.      

veja também