MENU

Mano ameniza pressão sobre ataque, mas cobra um 'golzinho' salvador

Mano ameniza pressão sobre ataque, mas cobra um 'golzinho' salvador

Atualizado: Sexta-feira, 8 Julho de 2011 as 12:30

Robinho está ameaçada de ir para o banco

(Foto: Ricardo Stuckert / CBF)

  A pressão por conta da má estreia da Seleção Brasileira na Copa América foi maior sobre Robinho, apontado como provável preterido caso Mano Menezes resolva mudar o time para o jogo deste sábado, às 16h, contra o Paraguai, em Córdoba. Só que o próprio treinador faz questão de tirar esse peso do setor ofensivo.

Embora tenha reclamado da falta de objetividade e também da pouca qualidade nas finalizações, Mano afirmou que o problema não é só do ataque.

- A questão da objetividade não é só dos atacantes. Não vamos transferir para eles toda a decisão. Às vezes a responsabilidade do inicio da jogada é maior, porque se você começa bem, termina bem – comentou Mano Menezes, que até agora teve cinco vitórias, dois empates e duas derrotas no comando da Seleção Brasileira.

Por conta da má pontaria do Brasil, aliás, o treinador verde e amarelo tem apostado muito nos treinamentos de finalização. Quase todos os dias os jogadores passam por esse teste. E na última quinta-feira, depois que um repórter argentino elogiou a postura do treinador nas atividades que comanda, Mano brincou:

- Não resolve nada ser assim, né. Se não sair um golzinho... (risos). O hotel é bom, a carne é boa, mas se não vencer... – declarou o comandante brasileiro.

Já sobre a pressão maior em Robinho, Mano foi evasivo. Limitou-se a dizer que não conversou individualmente com o atacante do Milan.

- Gosto mais da conversa coletiva. Ela é mais responsável e cria um entendimento maior entre todos. Todos serão criticados e elogiados – finalizou o treinador.

A tendência para o jogo com o Paraguai, pela segunda rodada do Grupo B da Copa América, é que Mano mantenha a escalação da estreia, com Julio César; Daniel Alves, Lúcio, Thiago Silva e André Santos; Lucas Leiva, Ramires e Paulo Henrique Ganso; Robinho, Neymar e Alexandre Pato.

Só que durante esta semana o técnico canarinho testou uma formação com Elano no lugar de Ramires e Lucas na vaga de Robinho. A escalação oficial, segundo o próprio comandante, só será divulgada minutos antes do duelo.

veja também