MENU

Mano lamenta 'erro de avaliação' de Hernanes e divide o jogo em dois

Mano lamenta 'erro de avaliação' de Hernanes e divide o jogo em dois

Atualizado: Quinta-feira, 10 Fevereiro de 2011 as 9:21

O técnico Mano Menezes analisou que a expulsão do meia Hernanes, aos 38 minutos do primeiro tempo, foi determinante para a derrota do Brasil para a França por 1 a 0 nesta quarta-feira. Mas o treinador fez questão de defender o jogador do Lazio, que acertou a trava da chuteira no peito do atacante Benzema.

- Não foi inexperiência pois ele não é um jogador inexperiente. Foi uma avaliação incorreta. Ele não tinha a intenção de fazer a falta pois era uma falta desnecessária, na linha que divide o campo. Nem é do Hernanes essa violência - disse Mano.

Para o técnico, a partida tem que ser dividida em duas: antes e depois do cartão vermelho. Mano acha que o Brasil dominava a partida até Hernanes ser expulso e que poderia ter até marcado um gol no primeiro tempo.

- A primeira parte, até a expulsão, eu gostei da equipe. Teve consciência tática, adiantava o jogo, marcava na frente, recuperava as bolas e teve condição de abrir o placar. Demos só uma chance à França. Faltou ao time o entrosamento tradicional - analisou.

Depois da expulsão, a Seleção passou a sofrer com um a menos e a boa atuação de Benzema, autor do gol no segundo tempo. Mano elogiou a postura dos atletas em desvantagem numérica no Stade de France.

- A partir da expulsão fomos para o sacrifício. Gostei da personalidade, da dedicação e da entrega do time - concluiu.

Por: Leandro Canônico

veja também