MENU

Manter Meninos da Vila com pés nos chão é um dos desafios de Dorival

Manter Meninos da Vila com pés nos chão é um dos desafios de Dorival

Atualizado: Sexta-feira, 23 Julho de 2010 as 8:23

Imagine ser jovem, receber salários fora da realidade do país, ser aclamado por torcedores até mesmo de outros times e ter um número incontável de fãs a seus pés. De quebra, ainda receber propostas oficiais vindas do exterior, envolvendo quantias financeiras astronômicas. Essa é a situação de alguns jogadores do Santos, que após a queda de rendimento da equipe passaram a ser questionados com relação a humildade e a dedicação para o time.

O técnico Dorival Júnior, que colaborou consideravelmente para os santistas atingirem o elevado grau de sucesso neste ano, diz entender a situação.

- É natural e aconteceria com qualquer um de nós. Acaba atrapalhando o trabalho de qualquer um. Não é questão do ego inflado, mas de comportamento mesmo. Não falo em relação a Paulo Henrique Ganso e Neymar, mas sim de todos. É preciso manter os pés no chão e saber que se não se voltar para o trabalho, tudo que já foi conquistado pode ser esquecido rapidamente – disse o técnico, em entrevista ao GLOBOESPORTE.COM.

Lançamento dos mini bonecos de Neymar e Ganso causou tumulto e histeria em um shopping de São Paulo na semana passada (Foto: AE)  

Além de renderem menos do que o esperado, alguns santistas passaram a dar trabalho fora das quatro linhas, o que não ocorria no começo da temporada. No último domingo, o experiente Robinho brigou com o jovem Wesley, em uma confusão que acabou com o carro do atacante amassado com taco de sinuca dentro do CT Rei Pelé. Nenhum dos dois foi punidos pela diretoria.

Wesley amassou carro de Robinho com taco de 

sinuca no CT Rei Pelé (Foto: Arte Esporte)   Pouco antes da parada para a Copa do Mundo, Neymar, Ganso, André e Madson chegaram depois do horário estabelecido na concentração. Neste caso, foram punidos prontamente, com multa e suspensão de um jogo do Braslleirão.

Para o torcedor do Peixe, independente do motivo para o bom futebol bonito ter sido deixado de lado, o tempo para reagir é curto. Na próxima quarta-feira, a equipe enfrenta o Vitória, na Vila Belmiro, pela partida de ida das finais da Copa do Brasil. Será uma boa oportunidade para os Meninos da Vila mostrarem que não estão colocando a vaidade em primeiro lugar, mas sim o time, que já conquistou o Paulistão deste ano e tem potencial para levantar mais troféus importantes.

Por Fernando Prandi Santos

veja também